Ajude a mitigar as alteraçōes climáticas divulgando a mobilidade elétrica. Compartilhe as notícias em sua rede de relacionamentos.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Para VW transição para veículos elétricos pode quebrar a indústria automotiva


Em meio ao debate sobre a diminuição de emissões de gás carbônico na União Europeia, o CEO da VW, Herbert Diess advertiu sobre os impactos do acordo negociado com as montadoras. 

Em entrevista ao jornal alemão Süddeutschen Zeitung, o executivo afirmou que a transição para os carros elétricos poderia quebrar a indústria automotiva.

Com isso, seriam fechadas 100 mil vagas de emprego na Alemanha.

“A transformação, em velocidade e impacto, é difícil de manejar. Esse tipo de indústria pode quebrar mais rápido do que muitos imaginam”, declarou o CEO da VW ao jornal alemão.

O centro da polêmica é o prazo negociado entre montadoras alemãs e o parlamento. Enquanto a indústria propunha um acordo de 30% de redução nas emissões, os parlamentares defendiam 40%. Ao fim, estabeleceu-se uma meta de 35% até 2030.

No entanto, as montadoras ainda tentam forçar um novo acordo para ampliar o prazo.

A Volkswagen anunciou recentemente que o lançamento da linha I.D., de elétricos, está virtualmente completa. Os primeiros modelos devem chegar em 2020. Na ocasião, a companhia chegou a projetar a venda de um milhão de veículos do tipo até 2025.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPara VW transição para veículos elétricos pode quebrar a indústria automotiva

Publicado no Verdesobrerodas



Por Jornal do Carro Estadão conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário