Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Apresentado moto elétrica da Kalashnikov


Em fevereiro deste ano, foi anunciado que os engenheiros da fabricante russa Kalashnikov estavam elaborando uma nova moto elétrica. No fim de semana passado, o protótipo da moto foi apresentado pela primeira vez no Fórum de Navegação Profissional, na cidade russa de Yaroslavl.

Dona de uma potência de 50 quilowatts, a moto elétrica Izh pode atingir 100 quilômetros por hora. A bateria de lítio de reserva é capaz de proporcionar oito horas de percurso após uma recarga. A nova moto pode funcionar a temperaturas de 0º a 40º C. Segundo o gerente de projetos da fabricante russa, Grigory Novikov, as vantagens da moto elétrica Izh são muitas. Além de ser ecológica, não faz barulho nenhum.

A moto da Kalashnikov pertence à família de veículos de duas rodas Café Racer, que engloba veículos para viagens rápidas a distâncias curtas. Motos deste tipo são mais leves e rápidas do que a maioria das motos de produção em série. De acordo com os criadores do modelo, a Izh é destinada a percursos interessantes e rápidos.

Café Racer engloba motos de corrida de curto percurso e com manobras. O termo surgiu no Reino Unido quando motociclistas apostavam corridas entre cafés. Na competição, era necessário chegar ao ponto final sem deixar que a canção acabasse. É por isso que as motos da família Café Racer são mais leves e rápidas. Atualmente, o consórcio russo Kalashnikov está desenvolvendo motos elétricas tanto para civis como para militares.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável


PostagemApresentado moto elétrica da Kalashnikov

Publicado no Verdesobrerodas



Por Sputnik Brasil conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário