Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 17 de novembro de 2019

Programa de eletrificação da Mercedes-Benz apresenta novidades


Segundo uma recente informação partilhada nas redes sociais por um dos altos responsáveis da estrutura da Daimler AG, terá sido o próprio CEO do grupo, Ola Källenius a confirmar a presença de variante elétrica do Classe G na gama da marca alemã.

Diretor da área da Transformação Digital na Daimler AG, Sascha Pallenberg recorreu ao Twitter para revelar que Källenius terá confirmado um Classe G elétrico para se inserir no programa de eletrificação da Mercedes-Benz, embora tenha também confessado que “se chegou a ponderar a sua eliminação”.

“Haverá uma versão de emissões zero do Mercedes-Benz Classe G. No passado existiram discussões sobre se deveríamos eliminar o modelo. A forma que vejo [o cenário] agora diria que o último Mercedes a ser produzido será um Classe G”, é citado Källenius no ‘tweet’ de Pallenberg.

Sendo um dos modelos mais dispendiosos da gama da Mercedes-Benz, o fato de poder vir a contar com uma motorização elétrica permitirá baixar o nível de emissões poluentes sem que se torne muito mais caro pela inclusão de tecnologia elétrica. 

Por outro lado, obrigará a um esforço maior na engenharia do modelo, já que o Classe G é um dos carros mais pesados da gama da marca, pelo que a inclusão de motor e bateria elétrica terá de não se refletir significativamente no seu peso final.

A existência de um Classe G elétrico não será uma estreia, uma vez que uma empresa austríaca, a Kreisel Electric, já havia convertido um dos modelos da Mercedes-Benz num veículo elétrico, a pedido do ator Arnold Schwarzenegger.

O jipe do ator de ‘Exterminador Implacável’ passou a contar com um motor elétrico de 490 CV de potência e um conjunto de baterias de 80 kWh, com um peso de 510 kg. Graças a este conjunto motriz, o Classe G elétrico acelera dos 0 aos 100 km/h em apenas 5,6 segundos, atingindo uma velocidade máxima de 183 km/h. Já a autonomia do conjunto está estimada em cerca de 300 quilômetros.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPrograma de eletrificação da Mercedes-Benz apresenta novidades

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário