Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 17 de novembro de 2019

Lucid Air aproveita onda da mobilidade elétrica


Vários anos já se passaram desde que o Lucid Air foi apresentado. Esse novo fabricante de automóveis surgiu nos Estados Unidos e quis aproveitar a onda da mobilidade elétrica para ganhar um espaço no mercado. 

A Lucid Motors é uma nova marca especializada em carros elétricos e agora está um passo mais próxima de fabricar o seu primer veículo. Os planos iniciais da Lucid Motors passavam por iniciar a produção do Lucid Air em 2018. 

No entanto, e como está claro, não foi assim. A falta de financiamento obrigou a empresa atrasar seus planos até dispor dos recursos necessários para começar a construção de seu próprio centro de produção de veículos. Essa situação foi resolvida graças à entrada em cena de um fundo de investimento da Arábia Saudita que colocou sobre a mesa cerca de 1 bilhão de dólares.

A Lucid Motors anunciou de maneira oficial o início da construção de sua fábrica que estará localizada em Casa Grande, Arizona (EUA). Essa planta será o lugar onde o Lucid Air será produzido em série. Espera-se que tudo esteja pronto para iniciar a produção deste modelo no final do próximo ano de 2020. É uma data um tanto ambiciosa, mas é inegável que a empresa deu um grande passo em seu objetivo.

O Lucid Air foi revelado no final de 2016 e desde o primeiro momento se situou como uma alternativa ao Tesla Model S. Um sedan totalmente elétrico carregado de tecnologia e com acabamentos de luxo. Será um veículo destinado ao mercado Premium e buscará rivalizar com os modelos alemães graças, em grande parte, à sua mecânica elétrica.

A versão básica do Lucid Air terá um preço de saída que rondará os 50.000 dólares depois dos incentivos fiscais e, segundo o próprio fabricante, oferecerá um maior nível de conforto e rendimento em relação às alternativas a combustão fabricadas pela Audi, BMW e Mercedes-Benz.

Este carro elétrico contará com uma configuração de tração traseira e terá uma potência de 298 kW (405 cv). A versão básica contará com uma autonomia de 385 quilômetros, mas haverá versões que permitirão rodar 505 e 645 km com uma só carga. Também está na agenda da empresa o desenvolvimento de uma versão de alto desempenho com tração total e mais de 1.000 cv.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemLucid Air aproveita onda da mobilidade elétrica

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário