Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 30 de novembro de 2019

Anheuser-Busch adota caminhão elétrico para reduzir 25% das emissões


A Budweiser realizou a sua primeira entrega de cerveja em um veículo com zero emissão de poluentes nos Estados Unidos, na última quinta-feira (21).

A novidade faz parte de uma série de iniciativas sustentáveis tomadas pela Anheuser-Busch nos países onde está presente, já que recentemente ela anunciou a meta de reduzir as suas emissões de carbono em 25% até 2025.

Conforme a CNET, a carga de cervejas da Budweiser saiu da fábrica em um caminhão movido a hidrogênio da Nikola Motor Company e seguiu até a transportadora, de onde foi levada para seu destino final, em St. Louis, no estado do Missouri, em um caminhão elétrico da BYD.

O destino da encomenda foi o Enterprise Center, uma arena com capacidade para quase 20 mil pessoas, que é a casa do St. Louis Blues, time de hóquei no gelo da cidade que participa da National Hockey League (NHL).

Se essa foi a primeira entrega sem emissão de poluentes da cervejaria, o futuro promete ser bem diferente, uma vez que a companhia encomendou um total de 800 cavalos mecânicos movidos a hidrogênio da Nikola, startup americana especializada em veículos híbridos, segundo a publicação. A ideia é trocar toda a sua frota pelos modelos sustentáveis nos próximos anos.


A nova frota de caminhões ecológicos da Budweiser para a realização de entregas regionais e também de longa distância será formada por modelos da Nikola nas versões One e Two.
Eles são movidos com células de hidrogênio, que é o combustível principal, cuja autonomia chega a mais de 1.200 quilômetros, mas contam também com uma bateria movida a energia elétrica, que adiciona mais 563 quilômetros à autonomia. Já os caminhões elétricos BYD complementam os cavalos mecânicos.

Um painel solar de 958,5 kW até foi construído pela Anheuser-Busch para carregar os seus novos veículos com energia renovável.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemAnheuser-Busch adota caminhão elétrico para reduzir 25% das emissões

Publicado no Verdesobrerodas



Por Tecmundo conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário