Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Vendas de automóveis 100% elétricos em Portugal quase duplicaram


As vendas de automóveis ligeiros de passageiros 100% elétricos em Portugal quase duplicaram nos primeiros nove meses deste ano. A chegada do Model 3 da Tesla impulsionou este segmento, que contraria a quebra global do mercado automóvel nacional.

As vendas da Tesla em Portugal eram um "segredo" bem guardado até este ano, quando a Associação Automóvel de Portugal (ACAP) passou a divulgar os dados da empresa liderada por Elon Musk. E bastou meio ano para que a fabricante norte-americana alcançasse a liderança no segmento.

Após apenas 15 unidades vendidas em janeiro, as vendas da Tesla aceleraram a partir do segundo mês do ano, altura em que se iniciaram as entregas do Model 3, o automóvel mais barato da gama da empresa.

Em fevereiro já foram vendidas 109 unidades, número que cresceu para 355 no mês seguinte. No final do semestre a Tesla já era líder em Portugal, destronando a Nissan. A marca nipônica, líder do segmento no ano passado, continua a ter o modelo mais vendido do segmento: o Leaf.

Face ao final do ano passado, o número de marcas com oferta nos ligeiros de passageiros totalmente elétricos subiu de dez para 13, mas a Citroën e a Peugeot apenas venderam uma unidade cada nos primeiros nove meses do ano, enquanto a Mercedes-Benz entregou cinco veículos. A Renault, com o modelo Zoe, é a terceira marca mais vendida, seguida da BMW, Hyundai e Jaguar.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemVendas de automóveis 100% elétricos em Portugal quase duplicaram

Publicado no Verdesobrerodas



Por Jornal de Negócios conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário