Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

SEAT trabalha para lançar utilitário elétrico


O projeto de desenvolvimento do CUPRA Ibiza foi cancelado. Assim, não chegaremos a ver uma versão da geração atual do Ibiza com o emblema da CUPRA. No entanto, isto não quer dizer que nos próximos anos a marca esportiva não incorpore à sua linha um utilitário de estilo esportivo. Agora, este novo carro pouco ou nada terá a ver com um hipotético CUPRA Ibiza que, como assinalado antes, não sairá do papel.

A SEAT liderará no Grupo Volkswagen o desenvolvimento de um utilitário elétrico do segmento B sobre a plataforma MEB, uma arquitetura específica para automóveis elétricos. Uma das chaves deste novo modelo será o seu preço, que se situará abaixo dos 20.000 euros. A marca espanhola será a encarregada de liderar o desenvolvimento e posteriormente o resto das marcas generalistas do grupo se beneficiarão do mesmo. Volkswagen e Skoda poderão adicionar às suas linhas um subcompacto elétrico graças ao trabalho realizado pela SEAT.

A CUPRA seguirá no mesmo sentido. Tomando como ponto de partida o novo subcompacto elétrico da SEAT, desenvolverá um utilitário esportivo e com mecânica elétrica. Ademais, não será o primeiro modelo da CUPRA a utilizar a mencionada plataforma MEB, já que a versão de produção do CUPRA Tavascan já utilizará esta base. Assim assinalou Luca De Meo, CEO da SEAT e Membro da Junta Diretiva da CUPRA.

O responsável máximo da SEAT também comentou a importância de estar presente no segmento B para cobrir uma boa parte do mercado: “Temos que encontrar uma solução para um automóvel menor que el-Born. Temos que buscar a solução técnica no segmento B, porque uma grande parte do mercado não está coberta”. Além disso, destacou a importância de conseguir um preço accessível: “É preciso esperar até que os custos da bateira sejam razoáveis para poder oferecer o automóvel a um preço razoável. Ofertar um carro do segmento B a 30.000 euros… Não, muito obrigado”.

O utilitário elétrico da SEAT chegará somente em 2022, portanto, até que o seu desenvolvimento não esteja finalizado, a CUPRA não poderá entrar em cena para trabalhar em seu modelo. Ao ser indagado sobre este projeto, De Meo comentou que o próximo hatchback esportivo da CUPRA poderá chegar sem o tubo de escape.

Também será fundamental o ano em que chegará ao mercado, já que a SEAT espera que durante os próximos anos, se reduza ainda mais o preço das baterias, o que será fundamental para poder conseguir um preço de venda o mais reduzido possível.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemSEAT trabalha para lançar utilitário elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário