Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 20 de outubro de 2019

Ônibus elétrico a hidrogênio tem autonomia de 400 km


Com uma autonomia de 400 km e o sistema de pilha de combustível da Toyota, o novo transporte vai estar disponível no mercado europeu no próximo ano.

O H2.City Gold é o novo ônibus elétrico a hidrogênio apresentado esta semana na Busworld, em Bruxelas, naquela que é a maior feira de transportes do mundo. Os primeiros veículos vão começar a circular em 2020, fazendo da CaetanoBus a primeira empresa da Europa a usar tecnologia de pilha de combustível da Toyota.

Dois dos grandes desafios – tempo de carregamento e autonomia – foram superados para permitir que a empresa de Vila Nova de Gaia pudesse dar finalmente este salto. Graças ao rápido tempo de carregamento, menos de 9 minutos, e à elevada autonomia do veículo, as operações nas cidades não estão comprometidas.

O H2.City Gold tem uma autonomia de 400 km com um só carregamento, uma caraterística diferenciadora no mercado dos ônibus a hidrogênio, permitindo rotas mais longas. O veículo tem um conjunto de pilhas de combustível Toyota de 60 kW e também se destaca pelo motor com uma potência de 180 kW. Destaca-se também pela sua modularidade, estando disponível com 10.7m ou 12m, nas versões LHD e RHD.

Com um carregamento de 9 minutos, o ônibus da CaetanoBus percorre cerca de 400 km.
Os tanques de hidrogênio estão armazenados no teto, o que permite otimizar o interior do veículo, tornando-o mais espaçoso. No entanto, existem diferentes opções de configuração do interior para oferecer uma capacidade maior.

O H2.City Gold está ainda equipado com sensores de fuga de hidrogênio e sensores de colisão, para que, no caso de fuga ou acidente, o fornecimento de hidrogênio seja cortado nos tanques. Através de uma fita colorida é possível ter percepção visual sobre possíveis fugas, de modo mais fácil e rápido. Tal como o ônibus 100% elétrico, poderá também ser equipado com uma grande variedade de equipamentos de segurança.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemÔnibus elétrico a hidrogênio tem autonomia de 400 km

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário