Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 12 de outubro de 2019

Falta de infraestrutura é entrave para crescimento da mobilidade elétrica no Brasil


Um dos principais entraves para o crescimento no setor de mobilidade elétrica no Brasil é a falta de infraestrutura. Ter onde carregar os veículos impede que esse mercado avance de maneira expressiva. Para tentar mudar este cenário, a startup Zletric tem como meta suprir a falta de pontos de recarga de carros elétricos e híbridos no Brasil. A empresa inicia as operações com 50 estações.

As primeiras estações de recarga estão sendo instaladas, por meio de uma parceria, em estacionamentos Safe Park das capitais Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC), além de cidades-chave da região metropolitana dos dois estados.

Em 2020 a expectativa é que sejam instaladas mais 400 estações.Ainda em 2019 vamos ampliar a malha de estações de recarga para a serra e litoral do RS e SC”, disse. A Zletric é uma empresa de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e apresentou durante a 15ª Plataforma Latino Americana de Veículos Híbridos-Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias, o conceito inédito de redes de carregamento. "Esse mercado ainda é pequeno, mas muito promissor. Um dos maiores desafios do nosso tempo é a mobilidade urbana”, avalia Pedro Schaan, CEO do projeto.

Segundo o executivo, as projeções são encorajadoras, uma vez que os carros elétricos representarão 20% do total de novas vendas no Brasil em 2030, totalizando 2 milhões de carros. Acreditamos que o carro elétrico é e será o ponto central dessa revolução na mobilidade urbana, mas não podemos deixar de citar outros veículos elétricos, como motos, bicicletas, skates, patinetes e monociclos”, disse.

Disposta em diversos locais estratégicos das cidades, a rede tem como objetivo garantir liberdade de movimento para os proprietários de veículos elétricos, garantindo uma eletrificação segura, inteligente, econômica e sustentável. 

A experiência que queremos gerar para o usuário é a que ele possa fazer seu deslocamento como fazia com o carro movido a gasolina, sem a preocupação de planejar uma recarga, já que ele poderá usufruir de uma rede interligada, disponível e próxima para carregar seu carro – na sua residência, no supermercado, em lojas e farmácias, no shopping, no seu local de trabalho, etc”, explicou Schaan.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemFalta de infraestrutura é entrave para crescimento da mobilidade elétrica no Brasil

Publicado no Verdesobrerodas



Por Adamo Bazani conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário