Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 6 de outubro de 2019

Empresa quer tornar carros elétricos e híbridos mais seguros


A Bosch está investigando uma solução 'explosiva' para tornar os carros elétricos e híbridos mais seguros. A ideia é usar um dispositivo chamado Pyrotechnical Safety Switch System, ou pyrofuse, para isolar a corrente elétrica vinda da bateria após uma colisão, evitando o risco de eletrocução.

Os motores de um carro elétrico são conectados à bateria por cabos de alta tensão, que em caso de acidente podem ser cortados pelos painéis metálicos do chassis, eletrificando-o. Isso representa um risco tanto para os passageiros do carro quanto para as equipes de resgate.

A ideia é posicionar os pyrofuse próximos aos cabos que conectam os motores à bateria, e conectá-los ao sistema de airbags. Se estes forem acionados em uma colisão os pyrofuse seriam detonados, cortando a conexão da bateria com o restante do carro e impedindo o fluxo de corrente. Os dispositivos da Bosch são pequenos, do tamanho de uma unha, e podem ser instalados em vários tipos de carros, mesmo modelos já existentes que não foram projetados pensando nesta tecnologia.

'Frente ao crescente número de veículos elétricos que podem potencialmente estar envolvidos em colisões, estes sistemas são absolutamente essenciais para que possamos cumprir nossa missão de ajudar e resgatar as vítimas de acidentes de trânsito da forma mais rápida e segura possível', disse Karl-Heinz Knorr, vice-presidente da associação dos bombeiros da Alemanha (DFV).

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemEmpresa quer tornar carros elétricos e híbridos mais seguros

Publicado no Verdesobrerodas



Por Olhar Digital conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário