Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Volkswagen aposta em modelo elétrico na Argentina


A Volkswagen parece ter escolhido seu modelo de carro elétrico para atuar no mercado argentino e, quem sabe, no brasileiro também. 

Mas, tudo começará pelo país vizinho, de acordo com declarações de Pablo Di Si, presidente da marca na região, em entrevista para o site Autoblog.

Di Si indicou que o primeiro carro elétrico que deverá chegar ao mercado argentino é a versão final do conceito ID Crozz, que em Frankfurt foi mostrado dentro de um quadrado de vidro. O executivo argentino disse que esse tipo de produto é o mais indicado para a região por conta do vão livre da suspensão mais elevado.

Ele mencionou que os carros elétricos da família ID precisam de adaptação para elevar a suspensão, a fim de que possam enfrentar nossas ruas e estradas. Di Si revelou que essa adaptação é mais complicada em veículos com baterias integradas ao chassi.

De qualquer forma, ele aponta um atraso na chegada ao país vizinho de cerca de um ano após a distribuição do ID Crozz na Europa, cujo lançamento será em 2020. Por aqui, não sabemos exatamente quando ele chegará, visto que a infraestrutura de recarga ainda precisa de investimentos.

O presidente da VW revelou a formação de um grupo de empresas para implantar uma rede de pontos de energia no Brasil, cujo objetivo é dar suporte à chegada de carros elétricos. Pablo Di Si revelou ainda que o e-Golf não deve chegar, sendo este um produto de transição e que deve sair de cena, como já se comenta na Europa.

Ele também falou do Golf GTE no Brasil, que terá somente 100 exemplares da geração atual, lembrando que no próximo mês, surge na Europa a oitava geração do hatch médio.

O ID.3 é pouco provável de aparecer no Mercosul, pelo menos por ora, mas o ID Crozz – que anda sendo chamado de ID.4 – não só tem a vantagem da suspensão, como também está na categoria que mais cresce, o que deve ajudar nas vendas.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemVolkswagen aposta em modelo elétrico na Argentina

Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário