Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 14 de setembro de 2019

M-Byte da BYTON terá autonomia de 460 km


FRANKFURT, Alemanha, 10 de setembro de 2019 /PRNewswire/ — BYTON, a marca premium de veículos elétricos inteligentes, hoje apresentou o M-Byte da BYTON na IAA Frankfurt.

Com o inovador cockpit do M-Byte, centrado em torno de uma tela curva de 48 polegadas – a maior do mundo na indústria automobilística – a BYTON cumpre sua promessa de implementar uma filosofia operacional voltada ao usuário. 

Os usuários poderão interagir com a tela através do tablet do motorista (Driver Tablet) de 7 polegadas, tablet do carona (Co-Driver Tablet) de 8 polegadas, controle de gestos, comandos de voz (em parceria com Alexa, da Amazon) e botões rígidos (hard-buttons).

O M-Byte da BYTON está disponível com uma bateria de 72 kWh (alcance WLPT de 360 km / 224 milhas) e como uma versão ampliada, de 95 kWh (460 km / 286 milhas).

A versão com tração traseira oferece 200 kW de potência. O 4WD vem com um e-motor frontal de 150 kW. A recarga CA é de 22 kW, enquanto a recarga rápida CC é de 150 kW. Isto permite recarregar 100 km / 62 milhas de alcance em competitivos 10 minutos.  

O M-Byte da BYTON é o primeiro modelo da startup a entrar em produção em série em sua própria planta, em Nanjing, China. Com um preço de lançamento a partir de 45.000 euros (sem VAT e subsídios) e espaço superior, o carro é o veículo elétrico (EV, em inglês) premium mais acessível para uso diário. A BYTON planeja iniciar a produção para o mercado chinês no meado de 2020. As pré-encomendas na Europa e na América do Norte começam em 2020, seguidas por uma entrada no mercado em 2021. 

A BYTON está em vias de concluir sua captação de US$ 500 milhões em recursos da rodada C. Entre os investidores estão o FAW Group, que recentemente assinou um contrato de investimento na rodada C com a BYTON. Ainda entre os investidores está o fundo de investimento industrial do governo municipal de Nanjing. 

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemM-Byte da BYTON terá autonomia de 460 km

Publicado no Verdesobrerodas


Por EXAME conteúdo


Nenhum comentário:

Postar um comentário