Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Ford apresenta gama eletrificada em Frankfurt


O Salão de Frankfurt foi o palco escolhido pela Ford para apresentar a sua gama eletrificada que atingirá o ponto de viragem em 2022 quando valer mais que a gama convencional.

Pelo menos é isto que a Ford acredita que vai suceder em 2022, quando a gama eletrificada representará mais de 50 por cento das vendas da marca da oval azul, face aos modelos a gasolina e gasóleo. O caminho para chegar a este valor está pavimentado com modelos como o Puma Hybrid, os novos Explorer Plug In Hybrid ou ainda o Kuga, o primeiro carro da Ford a receber três níveis de hibridização: mild hybrid, full hybrid e Plug in hybrid.

A Ford desenvolveu, também, novas soluções de carregamento doméstico, com “Wall box” que vão reduzir até um terço o tempo de recarga das baterias das versões Plug In. No âmbito da digitalização, a Ford criou uma nova aplicação que permite acesso permanente a mais de 118 mil postos de recarga em toda a Europa, numa parceria com a NewMotion.

Quanto a estreias em Frankfurt, a casa americana lançou o Puma, um carro totalmente diferente do original, já que este era um pequeno coupé desportivo e o novo é um SUV.

Cumpre, assim, a Ford a promessa feita há uns meses de eletrificar toda a sua gama com vários níveis de hibridização e o lançamento de novos modelos como o Puma ou o enorme Explorer, que desembarca no Velho Continente vindo do outro lado do lago. 

Contas feitas, a Ford lançará até 2024, 17 modelos eletrificados na Europa, oito deles ainda este ano. O que não espanta pois há que responder aos limites de emissões impostos pela União Europeia. Com este programa ambicioso, a marca acredita que até 2022 terá vendido mais de um milhão de veículos de passageiros eletrificados.

Quanto ao novo carro puramente elétrico da Ford, um crossover ou SUV, inspirado no Mustang, só aparecerá para o ano, terá uma autonomia de 600 km, segundo o protocolo WLTP e recarregamento rápido.

No que toca ás emissões e consumos, a Ford divulgou as cifras dos modelos expostos em Frankfurt e que vai lançar no mercado ainda este ano: Ford Explorer Plug-In Hybrid, emissões de CO2 desde 71 g/km; consumo de combustível desde 3,41 l/100 km; Ford Kuga Plug-In Hybrid: emissões de CO2 desde 26 g/km; consumo de combustível desde 1,2 l/100 km; Ford Mondeo Hybrid Wagon: emissões de CO2 desde 99 g/km; consumo de combustível desde 4,43 l/100 km (com jantes em liga leve de 17” em opção); Ford Puma EcoBoost Hybrid: emissões de CO2 desde 125 g/km; consumo de combustível desde 5,45 l/100 km e, finalmente, o Ford Tourneo Custom Plug-In Hybrid: emissões de CO2 desde 75 g/km; consumo de combustível desde 3,3 l/100 km. Valores que ainda não são definitivos e que carecem de homologação final mais perto da data de lançamento.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemFord apresenta gama eletrificada em Frankfurt

Publicado no Verdesobrerodas



Por Auto+ conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário