Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

BMW aposta na eletrificaçāo dos modelos tradicionais mais vendidos


A BMW vai continuar a fabricar o i3, mas o primeiro elétrico da marca alemã não vai ser renovado. A estratégia da BMW passa agora por fazer versões elétricas e híbridas dos seus modelos tradicionais mais vendidos, em detrimento de apostar nesta versão totalmente elétrica.

"Não há um plano específico para o sucessor do i3", disse ao Financial Times o diretor de marketing e vendas da companhia alemã. "Agora estamos a trazer o elétrico para os modelos convencionais", disse Pieter Nota.

A BMW também está a equacionar o lançamento de novos automóveis totalmente elétricos, mas no caso do i3 não haverá continuidade. Não quer isto dizer que a empresa deixe de o fabricar de imediato. Habitualmente as marcas renovam os modelos sete anos depois do lançamento, pelo que o fabrico do i3 estará em vias de terminar. Ainda assim, Pieter Nota assinala que nesse sentido o i3 não é um carro normal", o que abre a porta ao mais alguns anos de fabrico deste elétrico.

Lançado em 2013, o i3 foi a primeira grande aposta da BMW nos automóveis movidos a baterias elétricas. Diz o FT que este automóvel serviu sobretudo para a marca testar o apetite dos clientes por carros elétricos.

 Segundo a empresa, os números das vendas não desiludem. Foram comercializadas mais de 150 mil unidades e as vendas estão este ano a crescer a um ritmo anual de cerca de 30%.

Numa altura em que a eletrificação é a grande aposta da generalidade das fabricantes, a BMW já anunciou que está a instalar a tecnologia híbrida "plug in" nos seus modelos mais vendidos. E até 2023 terá no mercado 13 versões totalmente elétricas. No Salão Automóvel de Frankfurt, da semana passada, a marca alemã revelou que até 2021 terá um novo automóvel totalmente elétrico e que a versão elétrica do Mini estará no mercado em 2021.  

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemBMW aposta na eletrificaçāo dos modelos tradicionais mais vendidos

Publicado no Verdesobrerodas



Por Jornal de Negócios conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário