Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Passat GTE Plug In ganha aumento de 40% da autonomia elétrica

O Passat GTE está de regresso ao mercado nacional com um novo sistema híbrido Plug In com 218 CV e uma autonomia em modo elétrico de 55 km. O sistema do Passat GTE utiliza o bloco 1.4 TSI com 156 CV e um motor elétrico de 85 kW (115 CV), o que perfaz uma potência combinada de 218 CV. Cumpridor da norma Euro 6d Temp prevista para 2021, o novo modelo utiliza uma bateria de 13 kWh (anteriormente era de 9,9 kWh, ou seja, mais 30%) o que deu origem a um aumento de 40% da autonomia elétrica que passa a ser, segundo o protocolo WLTP, de 55 km (70 km no ciclo NEDC contra os 50 km de outrora).

O Passat GTE, disponível nas versões berlina e carrinha, pode ser usado como veículo zero emissões em cidade, podendo beneficiar das ofertas fiscais e de estacionamento das cidades para os veículos elétricos.


Os modos de condução foram melhorados, sendo que o Passat GTE arranca sempre no modo “E-Mode” desde que a bateria esteja suficientemente carregada. Esta pode ser recarregada de modo externo ou através do motor de combustão interna e ainda do sistema de regeneração de energia. Ao invés dos anteriores cinco modos de condução, há agora apenas três: E-Mode (condução puramente elétrica), GTE (condução desportiva com todas as capacidades do sistema híbrido) e Híbrido (gestão automática do sistema híbrido). Este último passa a integrar os anteriores modos “Battery Hold” (conservar o estado da bateria) e “battery Charge” (carregamento da bateria).

Quando aciona o modo Híbrido, surge uma bateria escalonada em dez frações, um sinal = e uma seta para cima e outra para baixo. Se pressionar a seta para cima, a bateria é recarregada pelo motor térmico; se pressionar para baixo indica que deseja consumir toda a energia disponível até ao mínimo regulado; se carregar no sinal =, tudo fica na mesma.

O Passat GTE tem um carregador de 3,6 kW e ligado a uma tomada elétrica convencional, recarrega a bateria em 6h15m. Numa “Wallbox” ou num posto de carregamento de 3,6 kW, a bateria fica recarregada em 4 horas. A bateria está colocada no chão do carro à frente do eixo traseiro. A caixa de velocidades é automática com dupla embraiagem e 6 relações, desenvolvida especificamente para os modelos híbridos. 

Com um preço de 45.200 euros (4 portas) e 48.500 euros (Carrinha Variant), o Passat GTE permite deduzir o IVA (está abaixo dos 50 mil euros) e paga apenas 17,5% de tributação autónoma contra os 35% de um modelo com motor de combustão interna. Chega a Portugal já em setembro.

 

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPassat GTE Plug In ganha aumento de 40% da autonomia elétrica

Publicado no Verdesobrerodas

Por Autosportconteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário