Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 27 de julho de 2019

Reino Unido quer tornar obrigatório pontos de carregamento em novas casas


O governo britânico colocou em consulta pública uma proposta de lei para se tornar o primeiro país do mundo a introduzir pontos de carregamento obrigatórios em novas casas. Adicionalmente esta lei propõe que todos os novos carregadores rápidos na via pública terão que oferecer opções de pagamento com cartão de débito/crédito a partir de 2020. 

O novo requisito de ponto de carregamento doméstico faz parte de um pacote de incentivos "para apoiar os condutores de veículos elétricos e melhorar a experiência de pagamento”. O governo inglês procura apoiar e incentivar a adoção de tecnologias de veículos com emissão zero e continuará com o subsídio de 500 libras para a instalação de um ponto de carregamento doméstico ajudar a facilitar o processo.

O secretário de Transportes, Chris Grayling, também acredita que o mercado está pronto para as medidas: "Com níveis recordes de veículos com baixas ou emissão zero nas nossas estradas, fica claro que existe uma vontade do cidadão por um transporte mais limpo e mais ecológico".

Outra obrigatoriedade prevista no pacote de medidas legislativas é a exigência de forçar as operadoras de rede a adicionar opções de pagamento de cartão de crédito ou débito "pré-pago" a carregadores rápidos até 2020. Para garantir que os preços permaneçam acessíveis, o governo interviria usando os poderes delineados em Lei de Veículos Automatizados e Elétricos. O governo também está consultando tecnologias inteligentes de carregamento para garantir a estabilidade da rede.

O futuro do ministro da Mobilidade, Michael Ellis, descreveu a iniciativa como um grande passo para a eletrificação: "É crucial que existam métodos de pagamento fáceis para melhorar a experiência dos condutores e dar-lhes uma opção de escolha." Isso ajudará ainda mais pessoas a aproveitar os benefícios dos veículos elétricos e acelerará o nosso caminho para o futuro com emissões zero".

Na sequência desta iniciativa, uma empresa britânica já tomou medidas para executar estas orientações do projeto lei: a BP Chargemaster (Grupo BP) anunciou que vai disponibilizar pagamentos com cartão sem contato nos seus carregadores de 50 e 150 kW da sua rede Polar: 7.000 carregadores disponíveis no mercado britânico.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemReino Unido quer tornar obrigatório pontos de carregamento em novas casas

Publicado no Verdesobrerodas



Por Auto News conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário