Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 17 de julho de 2019

O futuro da indústria automobilística passa pela eletrificação


O futuro da indústria automobilística passa pela eletrificação, e embora atualmente já existam autênticos carros elétricos de massas, como o Nissan LEAF, Renault ZOE e o Tesla Model 3, a verdade é que hoje em dia existem diversos obstáculos intransponíveis para que a classe baixa e média possa planejar a compra de um automóvel com estas características. Em primeiro lugar seu preço. E em segundo, a autonomia.

Na China este problema foi deixado para trás, e prova disso é a grande ofensiva de carros elétricos acessíveis que estão chegando aos concessionários do gigante asiático. O último modelo a entrar em cena foi o novo Haima Aishang EV360, um utilitário totalmente elétrico destinado ao público de massas devido à inigualável combinação de preço barato e desempenho razoável.

Tomando como ponto de partida o Haima Aishang EV, a nova versão EV360 significa uma verdadeira reviravolta no elétrico chinês. Entre as principais melhorias e novidades, estreia uma bateria de maior capacidade de 34 kWh, que lhe permite anunciar uma autonomia de 302 quilômetros, segundo o ciclo de homologação chinês. A marca destaca que em uma condução urbana, a uma velocidade média de 60 km/h, a autonomia pode alcançar os 352 quilômetros.

Debaixo do capô do Haima Aishang EV360 se encontra um motor elétrico de 40 kW (54 cv) e 140 Nm de torque máximo. Seu tamanho é muito compacto, já que se engloba no segmento A. Mede 3.680 mm de comprimento, 1.550 mm de largura, 1.530 mm de altura e uma distância entre-eixos de 2.340 mm.

Quanto ao interior deste pequeno carro elétrico surge um habitáculo com capacidade para quatro passageiros e acabamentos modestos. O elemento mais relevante é a tela táctil de 10.1 polegadas, assim como o pequeno quadro de instrumentos digital.

Se forem levadas em conta as diferentes ajudas e subsídios que estão disponíveis na China para a compra de um carro elétrico, o preço de partida do Haima Aishang EV360 é de 8.700 dólares. Um preço realmente atrativo que, por exemplo, lhe permitirá rivalizar diretamente com as versões mais econômicas do Dacia Sandero.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemO futuro da indústria automobilística passa pela eletrificação

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário