Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 29 de julho de 2019

Novo elétrico da MINI poderá ser reservado por sistema de pré-vendas


O novo elétrico da MINI, que só chegará ao mercado em março do próximo ano, estará em pré-vendas a partir de novembro deste ano, e os clientes que pagarem uma entrada de 1.500 euros serão os primeiros a recebê-lo. A marca refere que "o novo MINI Cooper SE será o primeiro veículo pequeno Premium puramente elétrico, abrindo caminho para uma experiência de direção sustentável e, ao mesmo tempo, altamente emocional no trânsito urbano".
A marca já deu a conhecer todos os pormenores técnicos do novo carro, cuja bateria de iões de lítio está situada no fundo do piso do veículo, permitindo um espaço interior e um volume na bagageira semelhantes aos dos veículos com motor de combustão e igualmente limitado a quatro passageiros. A bateria de alta voltagem com configuração específica do modelo é composta por células subdivididas em 12 módulos, que fornece 32,6 kWh de energia.

O Cooper SE tem uma velocidade máxima (auto-limitada) de 150 km/h e um consumo WLTP que varia entre os 15,5 e os 18 kW/h. Os tempos de carregamento (0 a 100%) variam entre as 12 horas numa tomada doméstica (3,5 kW), e os 35 minutos em Corrente Contínua (50 kW e dos 0 aos 80% da capacidade da bateria).

Dispondo de quatro modos de condução - Green+, Green, Mid e Sport - o Mini adapta-se aos desejos do condutor, sendo que os dois primeiros modos estão virados para a máxima eficiência. No GREEN +, funções adicionais de conforto, como aquecimento, ar condicionado e aquecimento do assento, são limitadas ou desativadas para aumentar a autonomia do veículo.

No trânsito citadino o veículo desacelera de forma acentuada assim que o condutor retira o pé do acelerador, porque no modo de operação por inércia, o motor elétrico funciona como um gerador, transformando a energia cinética em em energia elétrica, que é devolvida à bateria de alta voltagem. Assim, em cidade é possível circular sem acionar o pedal do travão, ao mesmo tempo que se recarrega bateria.

Para garantir uma distância a solo compatível com a bateria, a estrutura do Cooper SE está posicionada cerca de 18 milímetros mais elevada do que no modelo convencional. Todos os componentes da motorização elétrica são protegidos e imediatamente desligados no caso de uma colisão. A eletrônica é protegida pelo suporte de para-choques reforçado e pela estrutura de suporte do motor. Com um peso em vazio de 1 365 kg, o modelo elétrico é apenas cerca de 145 kg mais pesado do que o MINI Cooper S 3 Door com transmissão Steptronic.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemNovo elétrico da MINI poderá ser reservedo por sistema de pré-vendas

Publicado no Verdesobrerodas



Por Jornal de Notícias conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário