Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 1 de julho de 2019

A mais nova geração do hatch Corsa poderá ser elétrica


O famoso Chevrolet Corsa, que já foi um nome bem importante na vida dos brasileiros, ainda segue com força no mercado europeu. Como foi realizada a venda da Opel pela General Motors para o Grupo PSA, a montadora necessitava apresentar para o público que o veículo hatch ainda continua vivo e também renovado para que assim pudesse se fortalecer diante da grande concorrência presente no mercado do velho mundo. 

Tendo isso em vista, a marca acabou por apresentar a mais nova geração do hatch Corsa em sua linha 2020, a princípio em sua versão elétrica, e só então chegou a mostra o modelo em sua variante convencional, passando-se quase um mês.

O design não chegou a ser nada surpreendente já que o mesmo foi visto no mês de maio, momento em que se revelou o Corsa-e. Sendo assim iremos apresentar o modelo no quesito mecânica. Ainda que o modelo já se encontre pronto para um futuro próximo e disponibilize uma opção totalmente elétrica, o compacto contará ainda com uma opção com motor a combustão, fazendo uso de um propulsor aspirado de 1200 cc, o qual possui a capacidade de gerar uma potência de 75 cavalos, sendo a mesma encontrada no Peugeot 208.

A variante será a básica do Chevrolet Corsa e irá funcionar de maneira exclusiva com uma transmissão manual de 5 velocidades. Os clientes interessados a obter um motor com maior potência terá a oportunidade de selecionar as opções turbo, nas variantes com propulsor capaz de gerar 100 cavalos e torque de 20,9 kgfm, ou então a versão com 130 cavalos e 23,4 kgfm de torque. 

A opção intermediária faz uso de um câmbio manual com 6 velocidades, ou então uma automática com 8 marchas como opcional. 

Por fim, a versão topo de linha, que conta com 130 cavalos, será comercializada apenas com a caixa de transmissão automática, a qual consegue acelerar de 0 a 100 quilômetros horários em apenas 8,7 segundos, chegando a uma máxima velocidade de 188 quilômetros por hora.

O novo Corsa, além de possuir a variante totalmente elétrica e as outras três opções com um motor movido a gasolina, ainda irá contar com uma opção que será movida a diesel, sendo um turbo com 1.5 litros, com capacidade de produzir 102 cavalos de potência e 25,5 kgfm de torque.

Desta forma, a opção tradicional e a variante elétrica irá ser dotada de faróis com LED matrix, sendo a marca de estreia desta tecnologia neste segmento. Como opcionais terão as luzes que são adaptativas e fazem uso de 8 elementos em lâmpada de LED que atua de forma conjunta na parte frontal do modelo com uma câmera que possui alta resolução, fazendo com que ocorra a alteração de intensidade da sua iluminação focando na garantia da visibilidade certa em qualquer horário.

O veículo será comercializado nas variantes Elegance, GS Line e Edition. Num próximo momento a marca irá lançar as versões esportivas OPC e GSi, as quais chegaram para concorrer com o Volkswagen Polo GTI e também o Ford Fiesta ST.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemA mais nova geração do hatch Corsa poderá ser elétrica

Publicado no Verdesobrerodas



Por Carro Bonito conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário