Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 10 de junho de 2019

Toyota quer lançar vários modelos elétricos a partir de 2020

O mais recente construtor a anunciar planos ambiciosos para a mobilidade elétrica é a Toyota, que está a acelerar o desenvolvimento de novos modelos tendo planos para lançar 10 modelos a nível mundial a partir de 2020, incluindo seis modelos globais feitos com base na nova plataforma e-TNGA.

E, sem surpresa, a Toyota lembra que este esforço rumo à mobilidade elétrica terá repercussões nos lucros do gigante japonês.
Onde é que já ouvimos isto…Tudo isto porque a Toyota definiu como objetivo ter metade das suas vendas globais ocupada com veículos elétricos entre 2025 e 2030. Responde, assim, o maior construtor mundial à aceleração rumo à mobilidade elétrica que a indústria automóvel decidiu fazer. Contas feitas, a Toyota conta vender um milhão de veículos elétricos ou com pilha de combustível e 4,5 milhões de híbridos, tecnologia que a Toyota domina e onde oferecer soluções há mais de 20 anos.

O programa elétrico da Toyota vai começar com o C-HR, modelo que a casa japonesa vai lançar na China, paralelamente a um “kei car” de dois lugares específico para o Japão. Este último faz parte de uma ofensiva urbana da Toyota que verá serem lançados no Japão mais “kei car” e scooters elétricos.

Estão já em andamento seis modelos globais com base na plataforma e-TNGA (a versão normal está no Prius, no RAV4 e no Corolla, além do Camry) e que exibirá, já, o resultado das novas parcerias entre a Toyota, Suzuki e Subaru. Esses modelos vão incluir um crossover, um SUV médio, um SUV grande e uma berlina, sendo que alguns destes podem ser desenvolvidos em parceria com as suas participadas Subaru e Suzuki.

Os técnicos da Toyota desenvolveram a nova plataforma e-TNGA para ser flexível e pode ser usada para produzir carros de tração dianteira, traseira ou integral, dependendo de onde são fixados os motores elétricos. Estes podem ser acoplados ao eixo dianteiro, traseiro, termais de um motor para a função 4×4. Como sucede com outras plataformas dedicadas a modelos elétricos, as baterias vão estar debaixo do piso arrumadas entre os dois eixos.

Apesar desta aceleração, a Toyota avisou já que além dos lucros serem duramente afetados com o massivo investimento na mobilidade elétrica, a velocidade de implementação será regulada pela capacidade de encontrar baterias suficientes para todos os projetos, sendo que a marca japonesa já trabalha com várias empresas como um acordo recentemente assinado com a CATL chinesa e estar a preparar-se para desenvolver as suas baterias em parceria com a Panasonic.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemToyota quer lançar vários modelos elétricos a partir de 2020

Publicado no Verdesobrerodas



Por Auto+ conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário