Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 18 de junho de 2019

Nova York e New Jersey investem em ônibus elétricos


Na corrida para ser a mais verde, a Autoridade Portuária de Nova York e New Jersey colocou os primeiros ônibus elétricos na estrada no Estado Jardim. Foram adquiridos 18 ônibus elétricos Proterra para uso em serviços de transporte nos 3 principais aeroportos na região metropolitana de Nova York. Os primeiros ônibus entraram em operação no Aeroporto Internacional Newark Liberty na quinta-feira (13), operando na rota 24/7 do aeroporto.

O preço é de aproximadamente US$ 750 mil por ônibus, cerca de US$ 100 mil a mais que um ônibus convencional a diesel, disse Rick Cotton, diretor executivo da Port Authority. A economia nos custos de combustível e manutenção em comparação com os ônibus a diesel compensará esse preço, disse ele. Os ônibus viajam 250 milhas antes de precisarem recarregar, o que é feito em 3 horas e fora do horário de pico. “Temos a satisfação de saber que estamos ajudando o meio ambiente … estamos tentando colocar nosso dinheiro onde nossa boca está quando se trata de sustentabilidade ambiental”, disse Cotton em uma entrevista.

No ano passado, a autoridade fez notícia depois que autoridades prometeram seguir o Acordo Climático de Paris e reduzir as emissões em 35% até 2025 e 80% até 2050. Enquanto os ônibus elétricos fazem parte do plano, usam energia solar em aeroportos e outras instalações e A eletricidade gerada pelas células de combustível no 1 World Trade Center é parte do esforço da autoridade para reduzir as emissões.

A Autoridade Portuária planeja substituir todos os 36 ônibus da frota de aeroporto por elétricos, o que está de acordo com um plano maior de ter veículos elétricos compreendendo 50% da frota de serviços leves da autoridade, que está em andamento, disse ele.

Aumentar a frota de veículos elétricos “vai longe” para reduzir a poluição e doenças respiratórias, como a asma causada por emissões e partículas, disse Jeff Tittel, diretor do NJ Sierra Club. “Precisamos fazer muito mais”, disse ele. “A maior poluição vem de carros, caminhões, ônibus e trens (diesel)”.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemNova York e New Jersey investem em ônibus elétricos 

Publicado no Verdesobrerodas



Por Brazilian Voice conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário