Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 7 de maio de 2019

Fiat diz querer portfólio de carros eletrificados


Para quem ainda quer ver um Fiat Punto de nova geração, surge uma esperança através de publicação do site Bloomberg. O hatch compacto da marca italiana atualmente apenas faz número na grade de produtos da empresa no mercado europeu, mas pode futuramente retornar como um carro elétrico.

Mike Manley, atual CEO da Fiat Chrysler, revelou que o grupo tem intensões de utilizar uma plataforma elétrica de outro fabricante para elevar seu portfólio de carros eletrificados. O executivo vê “oportunidades muito significativas” em acordos técnicos com outros fabricantes de veículos.

O objetivo é compensar o alto custo de produção na Itália com carros elétricos, agregando valor aos veículos feitos por lá, tentando assim aumentar as margens de lucro, que já são bem espremidas nas operações italianas. Mas, qual seria o parceiro ideal da FCA nesse momento?

A montadora ítalo-americana expandiu recentemente sua parceria com a PSA em veículos comerciais, de onde surgem produtos como Peugeot Boxer, Citroën Jumper e Fiat Ducato, por exemplo. Quando questionado sobre se consideraria ampliar o negócio com carros elétricos do grupo francês, Manley respondeu: “absolutamente”.

A clara afirmação de Manley reforça os rumores de que FCA e PSA estariam desenvolvendo o que a Bloomberg chama de “super plataforma” para carros elétricos, que poderia sustentar tanto os carros de Pèugeot, DS, Citroën e Opel, quanto Fiat, Jeep e Alfa Romeo.

Com projeção de expansão gigantesca de carros elétricos para os próximos anos, alcançando nada menos que 60 milhões de unidades por ano em 2030, a Fiat Chrysler precisa ampliar sua gama eletrificada, não só para acompanhar a demanda, mas para evitar penalizações futuras diante de pressão maior da União Europeia.

Atualmente, a plataforma e-CMP tem configuração padrão de 136 cavalos no motor elétrico e baterias de lítio de 50 kWh, que garantem em média 350 km de autonomia no ciclo WLTP. A FCA, no momento, investe na eletrificação dos modelos 500 e Panda, mas um Novo Punto poderia ser o primeiro dessa parceria entre as duas empresas.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemFiat diz querer portfólio de carros eletrificados 

Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário