Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 27 de abril de 2019

Renault apesenta modelo experimental elétrico


A Renault pretende alterar os padrões de funcionamento dos veículos comerciais e apresentou um novo conceito experimental, elétrico e conectado, o EZ-Flex, pensado exclusivamente para mobilidade urbana e para a distribuição em meios urbanos mais apinhados, naquilo que apelida de soluções ‘last-mile’ (algo como distribuição de último quilômetro).

O Renault EZ-Flex será disponibilizado a diversos utilizadores profissionais europeus para um período de avaliação, sendo os dados obtidos na sua utilização compilados para compreender melhor os desafios colocados pela distribuição urbana.

Este Renault é um veículo compacto com dimensões exteriores otimizadas face ao volume útil de carga: com um comprimento (3,86m) e uma largura (1,65m) reduzidas, a altura (1,88m) permite o acesso aos parques subterrâneos. Dispõe de 3 metros cúbicos de capacidade de carga e um raio de viragem de 4,5 m para ótima maneabilidade nos centros urbanos.

Neste concept, tudo foi pensado para responder às necessidades do distribuidor. O interface homem-máquina inspira-se no universo dos smartphones, dispondo de serviços e aplicações ligadas ao veículo, mas também podendo incluir aplicações ligadas à atividade dos diferentes profissionais que o utilizem. O carregamento de mercadorias foi otimizado, com uma altura ao solo ideal, de apenas 760 mm.

Sendo elétrico e pensado para distribuição urbana, o EZ-Flex oferece uma autonomia de 100 km, enquadrada, de acordo com a marca nas necessidades de distribuição em cidade (média de 50 km/dia para os veículos de distribuição em cidade).

Ao todo serão uma dezena de EZ-Flex que serão emprestados a utilizadores profissionais, empresas, cidades ou coletividades, na Europa. Esta experiência deverá durar cerca de dois anos. Entre os dados recolhidos estão os de localização, quilometragem, autonomia, velocidade e número de paragens, entre outros, que serão descarregados em tempo real e permitirão compreender a real utilização no quotidiano.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemRenault apesenta modelo experimental elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário