Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 14 de abril de 2019

Geely apresenta modelo elétrico com autonomia de até 500 km


Singapura foi o palco para a revelação do Geometry A, berlina de quatro portas capaz de uma autonomia superior a 400 km no modo “Standard Range” ou 500 km no modo “Long Range”. Cifras que são medidas de acordo com o antigo protocolo NEDC. O primeiro tem uma bateria de 51.9 kWh, o segundo utiliza um pacote com 61,9 kWh, sendo de iões de lítio, fornecidas pela chinesa CATL.

Sendo, nas palavras da Geely, um rival do Model 3 da Tesla, o Geometry A começa por ter um estilo diferente do carro norte americano. Depois, no que toca à autonomia, o Model 3 Long Range com a bateria de 75 kWh, faz com uma só carga, 540 km, medidos segundo o mais real e preciso protocolo WLTP. Já o Model 3 “Standard”, com uma bateria de 50 kWh, tem uma autonomia de 352 km, também medidos sob o protocolo WLTP.

Segundo a Geely, o Geometry A tem um motor elétrico síncrono com 165 CV e 250 Nm, capaz de chegar dos 0-100 km/h em 8,8 segundos. Além disso, o modelo pode ser rapidamente carregado entre 30 a 80% em apenas meia hora. Como, a Geometry não referiu.


Mas a declaração mais forte da Geometry é afirmar que o A é o modelo mais seguro da sua categoria. Para sustentar essa afirmação, o carro está carregado de tecnologia oferecida de série como travagem autônoma de emergência com detecção de peões, controlo automático dos máximos, radar de monitorização do ângulo morto à frente e atrás, sensores de movimento atrás e à frente, alerta para mudança inadvertida de faixa, manutenção do veículo na faixa de rodagem, cruise control adaptativo e estacionamento com câmara 360 graus.

O carro tem cinco lugares, foi desenhado em Xangai pelo departamento de estilo da Geely e é descrito como um carro minimalista que foi esculpido para maior eficiência aerodinâmica, exibindo um coeficiente de arrasto de apenas 0,24. O Geometry A tem como base o protótipo Geely GE11, mostrado em fevereiro sob o lema “Geely New Energy”. O modelo será oferecido nas versões “Standard Range” e “Long Range” e três níveis de equipamento: 2, 3 e n.

O Geometry A vai ser vendido me todo o mundo e a Geely já recebeu mais de 27 encomendas de países fora da China, como Singapura, França e Noruega, entre outros.
Está dado o primeiro passo para uma ofensiva elétrica da Geometry e da Geely, que verá o lançamento de 10 novos modelos elétricos até 2025, em vários segmentos, nomeadamente, o SUV e os monovolumes. Todos utilizarão plataformas específicas e serão vendidos pela rede Geometry.

Nesta altura estará a questionar-se qual a razão para o nome da marca. Num comunicado, a Geely explica que “o nome foi obtido pela geometria matemática, ciência que nasceu há milhares de anos para descrever o mundo como o ser humano o vê. A marca Geometry é a visão do futuro da Geely, onde a tecnologia é utilizada para criar um ambiente sustentável e uma mobilidade segura que vai desaguar numa relação harmoniosa entre a humanidade e o ambiente.” 

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemGeely apresenta modelo elétrico com autonomia de até 500 km

Publicado no Verdesobrerodas



Por Auto+ conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário