Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 28 de abril de 2019

Eletrificação de veículos de frota beneficia os usuários


As melhorias introduzidas no renovado Renault Master também chegam à versão mais eficiente do veículo comercial, o Master Z.E. A versão elétrica chegou ao mercado de frotas há pouco mais de dois anos, em 2017, oferecendo a mesma capacidade de carga que o modelo a combustão, beneficiando-se agora das mesmas novidades.

Na parte dianteira, dispõe de uma nova imagem frontal com faróis que adotam o desenho em forma de ‘C’ que pudemos ver nos modelos da marca, como o novo Clio, Talisman ou Koleos, e um novo desenho da grade do radiador com um aspecto mais vertical e com um acabamento cromado que aumenta a sensação de qualidade visual.

No interior, as mudanças também são comuns, com a nova tela de uma cor de 5.0 polegadas no quadro de instrumentos, as novas formas do painel e as soluções de armazenamento ‘Easy Life’, uma gaveta fechada e uma bandeja, além da nova tela a cores colocada no console central para o sistema de infotainment e navegação, dispondo de conexões com dispositivos Android Auto e Apple CarPlay.

A nova versão 100% elétrica da linha Master inclui um novo sistema de propulsão composto por um motor elétrico que gera uma potência máxima de 57 kW - o mesmo utilizado no ZOE e no Kangoo Z.E. que oferece uma potência equivalente a 76 cv de um motor a combustão - e uma bateria de íons de lítio de nova geração com uma capacidade máxima de 33 kWh, recarregável em seis horas em um carregador de 32A ou através do carregador de bordo de 7.4 kW.

Em conjunto, seu desempenho é mais que generoso, permitindo alcançar uma velocidade máxima de 100 km/h e uma autonomia máxima no ciclo WLTP de 120 quilômetros, número que se reduz a um máximo de 80 quilômetros no caso de cargas pesadas, temperaturas extremamente baixas ou paradas muito frequentes no âmbito estritamente urbano.

A oferta de configurações do novo Master Z.E. é mais limitada que as versões a combustão. A Renault oferece o comercial elétrico em seis versões com três comprimentos - L2 e L3 - e duas alturas, sempre em versão furgão com um volume útil de 8 a 13 metros cúbicos.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemEletrificação de veículos de frota beneficia os usuários

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário