Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 1 de abril de 2019

A moto elétrica voadora custará 560 mil euros


Quer ter uma moto voadora? Não há problema, esta marca pode fazer uma para si já, e não é preciso esperar que uma qualquer startup desenvolva um modelo e procure financiá-lo através de crowdfunding.

A Lazareth está habituada a criar projetos fora do vulgar para pessoas com dinheiro para o pagar, mas nunca foi tão literalmente tão longe como com a LMV496, a sua primeira moto voadora, e o seu primeiro veículo capaz de levantar voo.

A Lazareth é conhecida pelos seus veículos exóticos, como um quad com motor V12 da BMW, uma moto com motor Maserati, e até um Mini Moke anfíbio com motor elétrico. A moto voadora LMV496 vai ser construída pela marca francesa numa série limitada a cinco unidades, por um preço de 560 mil euros por unidade. Se puder comprá-la, vai valer a pena, pois o mais provável é que seja a única pessoa do bairro que vai ter um veículo deste gênero.0

A LMV496 é derivada visualmente na LM847, a moto com motor Maserati. Mas as semelhanças para aí, pois a carroceria usa mais materiais compósitos e esconde um depósito de combustível preparado para albergar querosene.

E porque é que precisa deste combustível? Porque, em vez de motores a gasolina, para levantar voo, a moto da Lazareth está equipada com turbinas que geram o equivalente a 1300 cv de propulsão. Mas quando está na estrada, usa um motor elétrico, sendo fácil alternar o modo de utilização, com um simples interruptor no painel de instrumentos.

As rodas não se parecem com nada que se pareça com uma moto convencional, pois são quatro e usam tecnologia especial de suspensão. Também mudam de posição, para poderem albergar as turbinas. Quanto ao controle, a Lazareth promete que a sua moto voadora é fácil de manobrar, com comandos de fácil acesso que lhe permitem controlar a velocidade, altitude, posição e rotação das turbinas.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemA moto elétrica voadora custará 560 mil euros

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário