Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 30 de março de 2019

Veículo militar equipado com motores elétricos é aprovado nos EUA


A Nikola Motor ficou conhecida pelo seu projeto de reação ao caminhão elétrico da Tesla, um caminhão movido a hidrogênio chamado Nikola One. Mas a marca americana também tem outros produtos no mercado, incluindo um veículo todo-o-terreno disponível em variante civil ou variante militar. E é este último que pode abrir a porta para o uso de hidrogênio como combustível para uso militar, uma proposta de Andrew Christian, vice-presidente da Nikola Motor.

Atualmente, o Nikola Reckless é um veículo militar equipado com motores elétricos, disponível com um máximo de 590 cv de potência, e que pode atingir uma autonomia de 240 km. Silencioso e equipado com armas autônomas, já foi testado pelos Marines dos Estados Unidos, que deram o seu aval ao projeto. 

Mas poderia ser mais prático, eliminando os longos tempos de recarga, se fosse equipado com células de combustível e movido a hidrogênio. Andrew Christian acreditaque o Reckless seria capaz de percorrer mais de 600 km com um único depósito, e que a reserva de energia seria suficiente para ser usada no terreno por equipamento militar adicional. A médio e longo prazo, poderia eliminar a dependência de petróleo das Forças Armadas de vários países.

Esta ideia do vice-presidente da Nikola surge na sequência do mais recente projeto da empresa americana. Para facilitar o uso dos caminhões Nikola One e Two em qualquer ponto dos Estados Unidos, a marca está a criar a sua própria rede de reabastecimento de hidrogênio, com 16 pontos de venda iniciais e mais 14 planeados. 

Até 2028, espera ter nada menos que 700 estações em operação, capazes de produzir hidrogênio no local a partir de água e do processo de eletrólise. Desta forma, poderia eliminar as dificuldades inerentes ao transporte de hidrogênio. Cada estação deverá ser capaz de produzir oito toneladas de hidrogênio por dia, numa fase inicial.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemVeículo militar equipado com motores elétricos é aprovado nos EUA

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário