Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 17 de março de 2019

Primeiro elétrico da DS têm características premium


Como é habitual na DS, o primeiro elétrico da marca apresenta-se como um carro com características premium, apesar de ser um SUV relativamente compacto (4,1 metros de comprimento). 

Tratando-se de um elétrico, a bateria é, naturalmente, alvo das atenções. E há boas notícias neste capítulo. A capacidade não é, propriamente, recorde, mas a DS garante que os 50 kWh são suficientes para uma autonomia real superior a 300 km (320 km segundo a norma WLTP). 

Surpreendente para um SUV. Foram feitas algumas otimizações para se atingir este valor. Uma das mais importantes é a utilização de materiais e técnicas para redução do peso: a versão elétrica do DS 3 Crossback tem mais 300 kg relativamente à versão com motor de combustão, apesar de a bateria pesar 350 kg. Este controlo de peso ajuda nas acelerações. O DS 3 Crossback vai dos 0 aos 100 km/h em menos de nove segundos. 

Ainda no capítulo da bateria, a DS equipou este E-Tense com carregador interno de 11 kW trifásico (para corrente alternada), o que permite carregar a bateria em 5 h usando uma wallbox ou um posto de carregamento público com esta potência - por exemplo, os novos postos de carregamento normal que têm ser instalados na rede Mobi.

E têm potência de 11 e 22 kW. Usando postos de carregamento rápido (corrente contínua), a potência máxima chega aos 100 kW, o que permite carregar 80% da bateria em 30 minutos. Recorde-se que em Portugal os postos de carregamento rápido da rede Mobi.E ainda estão limitados a 50 kW de potência, o que deverá significar que o tempo de carregamento será o dobro do conseguido em postos de 100 kW (cerca de 1 h para 80%).

De modo a garantir que as potências de carregamento se mantêm o mais elevadas possível, mesmo em viagens longas, a bateria do DS 3 Crossback E-Tense inclui um sistema de gestão térmica avançado com circuito de arrefecimento. O carro está ainda equipado com bomba calor para garantir conforto térmico no habitáculo sem penalizar muito o consumo nem influenciar negativamente na regulação térmica das baterias. 

A bordo há uma forte aposta na tecnologia com um cockpit "totalmente digital": tela em vez de instrumentos tradicionais, Head Up Display e tela central tátil de 10 polegadas. Uma app permite o acesso remoto para, por exemplo, saber a posição da viatura, verificar o estado de carga da bateria ou para ativar a climatização. Também será possível aceder e usar o DS 3 Crossback E-Tense por de smartphone através de uma chave digital que o utilizador pode partilhar com até cinco smartphones. 

No capítulo da segurança, destaque para o sistema de travagem de emergência, com capacidade de detectar veículos e pedestres, e para o modo de apoio à condução de nível 2 que permite manter automaticamente o carro na faixa de rodagem respeitando a distância de segurança para o veículo que circula em frente.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPrimeiro elétrico da DS têm características premium

Publicado no Verdesobrerodas



Por Exame Informática conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário