Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 26 de março de 2019

Elétrico Sebring-Vanguard Citicar marcada velocidade de 200 km/h

Os carros elétricos podem ser moda agora, principalmente por causa da Tesla, mas desde os primórdios da invenção do automóvel que alguém procurava fazer um veículo elétrico viável. É o caso deste Sebring-Vanguard Citicar, um veículo urbano com motores elétricos, que foi construído nos Estados Unidos entre 1974 e 1982. Este exemplar de 1976 foi encontrado escondido no celeiro, mas ao contrário de outras descobertas semelhantes, estava bem acondicionado, numa divisão com ar condicionado, e menos de 200 quilômetros no velocímetro.
O Citicar foi criado para combater os preços altos dos combustíveis após a crise petrolífera de 1973. A Sebring-Vanguard foi criada em 1974 por Robert Beaumont, concessionário da Chrysler no sul da Florida, nos Estados Unidos, que queria vender um carro pequeno que não necessitasse de gasolina. Com menos de dois metros e meio de comprimento, o Citicar pesava menos de 600 kg e estava equipado com um conjunto de baterias de chumbo, que forneciam energia a um motor General Electric que atingia uma potência máxima de 2,5 cv, mas que subiu depois para 3,5 e finalmente para 6 cv.

O Citicar fez tanto sucesso que a Sebring-Vanguard chegou a ser a sexta marca mais vendida dos Estados Unidos. No entanto, antes que a moda dos carros elétricos passasse, Beaumont vendeu os direitos deste antepassado do Tesla à Commuter Vehicles, que transformou o carro no Comuta-Car, disponível até com uma variante para uso comercial. O Comuta-Car foi produzida até 1982, quando 4444 exemplares já tinham sido vendidos, mas poucos destes sobrevivem hoje em dia.

Assim, este Citicar encontrado num celeiro é uma joia rara, mas o seu dono só quer receber 3950 dólares (3495 euros) por este exemplar, que só tem 122 milhas (196 km/h) no velocímetro. Além do mais, se o novo dono quiser percorrer os seus 60 km de autonomia e atingir a velocidade máxima de 55 km/h, vai precisar de mudar os travões e instalar baterias novas, pois as antigas há muito perderam o prazo de validade.

 

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemElético Sebring-Vanguard Citicar marcada velocidade de 200 km/h

Publicado no Verdesobrerodas

Por Moto24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário