Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Toyota faz parceria para tentar recuperar terreno perdido nos VEs

A Toyota Motor e a Panasonic planejam montar uma joint venture em 2020 para fabricar baterias para veículos elétricos, juntando forças para competir de forma mais eficaz em custo e escala com os crescentes players chineses em uma área chave para o futuro da indústria automobilística.

O empreendimento, no qual a Toyota detém uma participação de 51% com a Panasonic proprietária do restante, será anunciado nesta semana. A Panasonic destinará cinco fábricas de produção de baterias automotivas no Japão e na China para a nova empresa, apesar de a fábrica norte-americana que opera em parceria com a montadora americana Tesla não estar incluída.

No início dos anos 2020, a Toyota e a Panasonic buscarão lançar a produção em massa de baterias com 50 vezes a capacidade das que hoje são usadas em veículos híbridos, com o objetivo de reduzir os custos de produção por meio de maior volume.

O plano é fornecer à Mazda Motor, parceira da Toyota na tecnologia de carros elétricos, além da subsidiária da Toyota, Daihatsu Motor e Subaru. A joint venture incentivará a Honda Motor, que usa baterias da Panasonic em veículos híbridos, a adotar as novas células.
A Panasonic e a Toyota também se unirão para desenvolver baterias de próxima geração, um empreendimento que exige enormes despesas de caixa e significativa experiência técnica. Os projetos incluirão baterias de lítio de estado sólido, que têm alta capacidade - uma necessidade para melhorar a autonomia de carros elétricos - e são mais seguras do que as opções existentes. As duas empresas chegaram a um acordo em 2017 para explorar uma união no campo.
 
Embora a Toyota tenha sido líder na indústria quando se trata de eficiência de combustível, graças principalmente aos seus veículos híbridos, ela ficou para trás da Volkswagen e dos rivais chineses ao trazer carros elétricos para o mercado. Os custos das baterias continuam a ser o maior obstáculo para atingir a meta da fabricante japonesa de praticamente triplicar as vendas anuais de veículos eletrificados para 5,5 milhões até 2030, mas a Toyota espera superar isso por meio da parceria com a Panasonic.

Para a Panasonic, a parceria com a Toyota ajudará a economizar nos custos de investimento e a alcançar uma rede mais ampla de clientes. O conglomerado industrial também terá acesso mais fácil a recursos vitais, como metais e baterias recicláveis.

PostagemToyota faz parceria para tentar recuperar terreno perdido nos VEs
Publicado no Verdesobrerodas
Por Assia Nikkei conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário