Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 27 de janeiro de 2019

Temporada de picapes elétricas está só começando


A temporada de picapes elétricas está começando no mercado americano. Algo improvável para muitos na “América”, a eletrificação total de veículos utilitários está passando de ações de pequenas empresas conversoras de carros comuns para fabricantes principais empenhadas em troca pistões por escovas e tanques por células de lítio.

A Ford já falou abertamente sobre uma picape Série F – que provavelmente será a F-150 – em versão puramente elétrica, quando Jim Farley, CEO de operações globais da marca, confirmou a picape compacta abaixo da Ranger. É aquilo, se a Ford pode fazer, por que não as outras?

Duncan Aldred, vice-presidente da GM para Buick e GMC disse ao canal de TV americano CNBC, que a montadora considera “certamente” uma picape elétrica. Ele simplesmente desmentiu um colega, o vice-presidente de estratégia global da GM, Mike Abelson.

Em novembro passado, Abelson afirmou que não existia nenhum plano de picape elétrica ou autônoma na GM. Agora, parece que não é bem assim. Aldred disse que a montadora está em “um caminho totalmente elétrico para o futuro”. Obviamente, uma picape com baterias faria todo sentido, nesse caso.

Aldred até defende que as picapes podem ser bons carros elétricos, em especial em termos de lucro. Acontece que as margens das picapes são elevadas nos EUA. Estimativas falam em lucro de US$ 17 mil por unidade, no caso da GM, em 2018. Maior margem dá oportunidade para amortizar investimentos em tecnologia, diferente de carros pequenos.

Além disso, a tecnologia evoluiu ao ponto de empresas como Rivian e Atlis apostarem em produtos assim, inclusive com promessa de muita força para rebocar, algo fundamental em picapes nos EUA. Com a escalada dos preços das picapes, ter modelos elétricos com preços altos não teria tanto impacto negativo nas vendas, já que todas estão caríssimas.

Outro ponto é que o aumento da autonomia das baterias (a Cadillac terá um crossover com 643 km), cumpriria mais um requisito dos clientes de picapes. Aldred se recusou a dar detalhes dessas propostas, que podem ser versões “EV” de Silverado e Sierra. Afinal, nomes de peso ajudam nas vendas.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemTemporada de picapes elétricas está só começando

Publicado no Verdesobrerodas



Por Notícias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário