Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Milwaukee revela detalhes de sua moto elétrica


O fabricante de Milwaukee aproveitou a CES 2019 (Consumer Electronics Show) - a maior feira de tecnologia do mundo, que aconteceu de 9 a 11 de janeiro, em Las Vegas - para revelar mais alguns detalhes acerca da sua primeira mota 100% elétrica, a LiveWire.

A festa não sai barata para os amantes da icônica marca, que, há cerca de quatro anos, deu sinais de que ia inclinar-se para a curva dos veículos elétricos.
O produto final, que esteve até agora em desenvolvimento, vai chegar ao mercado norte-americano em agosto, com um preço de tabela que começa nos 29.799 dólares (aproximadamente 26 mil euros).

De acordo com o fabricante, a LiveWire pode ir dos 0 aos 100 quilômetros/hora em menos de 3,5 segundos e não requer embraiagem nem mudanças. Segundo a Harley-Davidson, a moto tem autonomia para fazer 177 quilômetros por carregamento, ficando atrás de marcas concorrentes que, neste domínio, assumem vantagem, como a Zero Motorcycles, que tem modelos com autonomias capazes de chegar aos 260 quilômetros por carregamento.

A eliminação do motor de combustão custa a sonoridade ímpar da moto, que troca o tão característico ruído dos modelos da marca pelo silêncio. Em face disso, para substituir o ruído, a empresa criou um som "futurista" que é acionado com a aceleração.

A nível de atrativos tecnológicos, a nova moto, que pode ser customizada pelo comprador, integra um sistema de ligação à internet que permite a monitorização do veículo remotamente e que envia notificações para o condutor/utilizador, sempre que for necessário fazer a manutenção do veículo e a geolocalização via GPS do mesmo.

Mas a principal novidade é a tela tátil colocado no guiador, que, além de acolher mapas baseados em GPS, permite ao condutor selecionar o modo de condução e visualizar e controlar informações como autonomia restante, estado da bateria e temperatura de vários componentes.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemMilwaukee revela detalhes de sua moto elétrica

Publicado no Verdesobrerodas



Por Jornal de Notícias conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário