Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 19 de janeiro de 2019

Elétrico e-Niro da Kia chega a Portugal no próximo ano


Os elétricos estão a chegar à fase adulta. A era da ansiedade com a autonomia, ou falta dela, já lá vai. O novo Kia e-Niro é um bom exemplo desta evolução. 

Só chega a Portugal dentro de um ano, mas o jornalista da SIC e do Volante Rui Pedro Reis já o conduziu e sem se preocupar com o carregamento. Como ainda falta muito para a chegada do e-Niro, o melhor é ler enquanto espera 

Já lhe conhecíamos as linhas duas versões já comercializadas: hibrida e híbrida plug-in. O Niro combina a imagem de um crossover com a eletrificação, o que o torna desde logo numa das propostas mais atraentes do mercado. Há algumas diferenças no design, as mais evidentes na grelha frontal e nas jantes. Por dentro, mantém-se o estilo simples e até pouco arrojado, onde o manípulo da caixa de velocidades é substituído por um seletor ao estilo drive by wire. Mas vamos ao que interessa. Afinal, o mais interessante do Kia e-Niro não está à vista. 

Por baixo do capô está um motor elétrico que debita 201cv. É preciso lembrar que o e-Niro é um carro pesado, resultado das baterias de polímeros de lítio de 64kWh. É o mesmo pacote tecnológico que encontramos no Hyundai Kauai elétrico EV. Só que como as plataformas são diferentes, a experiência de condução também é outra. Há ainda uma versão com 39,2kWh, com vantagem de ser mais barata, mas com uma autonomia bem menor. De resto, no caso da Hyundai nem está disponível em Portugal.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemElétrico e-Niro da Kia chega a Portugal no próximo ano.

Publicado no Verdesobrerodas



Por Expresso conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário