Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Chinesa Aiways venderá veículos elétricos na Europa


A Europa receberá em 2019 uma nova marca de carros, a chinesa Aiways. A proposta da asiática é entrar no mercado europeu com um SUV elétrico e um superesportivo híbrido feito com a Gumpert, conhecido fabricante de carros esportivos com sede na Alemanha.

A Aiways chega com o SUV U5, feito em Shangrao, província de Jiangxi. O modelo tem um estilo muito próximo do Nio ES6 da startup associada com a JAC Motors. Com faróis full LED envolventes, o utilitário esportivo tem frente alta e grade no para-choque.

O U5 tem ainda plugues para carregamento no lado esquerdo da frente. Tendo linha de cintura alta, o Aiways não tem maçanetas aparentes e possui um conjunto de LED nas lanternas traseiras. O modelo será oferecido sobre a plataforma denominada MAS.

Esta base foi desenvolvida pela Aiways para o desenvolvimento de carros entre 4,20 m e 4,90 m de comprimento, tendo entre eixos de 2,70 m a 2,90 m. Serão utilizadas baterias de lítio de 60 e 80 kWh. No caso do U5, o SUV tem 4,68 m de comprimento e cinco lugares.

O Aiways U5 tem motor elétrico de 188 cavalos e baterias de 63 kWh, que garantem autonomia de 460 km no modo NEDC ou 350 km no WLTP, que é o teste de homologação em ruas e estradas. Com condução autônoma de nível 2, o modelo custará entre € 26.000 e € 38.000.

Mas ele não estará sozinho. Para promover a marca, a chinesa se uniu com Roland Gumpert, chefe da Apollo Automobil e conhecido pelos carros esportivos Gumpert, feitos na Alemanha. Dessa parceria, nasceu o superesportivo Nathalie. Este bólido de alta performance tem uma tecnologia de células de combustível da norueguesa Serenergy.

Porém, o Aiways Gumpert Nathalie não será alimentado por hidrogênio, usando o metanol para garantir uma boa autonomia de 853 km. Equipado com quatro motores elétricos que totalizam mais de 555 cavalos, o superesportivo vai de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos e tem máxima de 305 km/h. Ambos devem aparecer em Genebra.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemChinesa Aiways venderá veículos elétricos na Europa

Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário