Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

VE tem pontos para socorristas desligar o sistema em caso de acidentes


A questão da segurança num veículo elétrico tem vindo à superfície com bastante frequência, deixando no ar alguma preocupação por parte dos consumidores. 

A Mercedes quer descansar os seus clientes e realizou um extenso programa de teste de colisão com o seu primeiro veículo puramente elétrico, o EQC.

O Centro Tecnológico para a Segurança de Veículos (TFS) da Mercedes é dos mais avançados e permite testes muito severos a todo o tipo de veículo, incluindo modelos elétricos.
Foram esses testes realizados pela Mercedes no TFS que levaram às especificações atuais do EQC e que, reclama a casa de Estugarda, asseguram que o EQC tem os mesmos padrões de segurança que um Mercedes dito normal.

Resumidamente, o EQC tem uma subestrutura que circunda os componentes da cadeia cinemática localizados na frente do carro, a bateria também é protegida por uma estrutura de deformação integral que tem capacidade para absorver forças adicionais em caso de embate lateral.

Há uma proteção adicional para evitar perfurações nos elementos da bateria, o sistema de alta tensão está isolado e pode ser desativado, automaticamente, em caso de colisão, dependendo da severidade da mesma (com a particularidade de ter dois modos de ação: desativação reversível, onde a tensão é reduzida para valores sem perigo, sendo depois retomada a tensão normal, e desativação irreversível, que desliga permanentemente, o sistema), paragem de carregamento em caso de embate estando o veículo a ser recarregado e pontos de desativação da tensão elétrica em vários locais do carro para os socorristas poderem desligar o sistema.

Estas são as diferenças para um veículo Mercedes com outro tipo de motorização. Tudo o resto é semelhante com todas as características de segurança que podem ser encontradas num Mercedes a estarem disponíveis no EQC. Falamos do sistema que contata o concessionário em caso de acidente, que protege os ocupantes devido aos airbags e à estrutura dos bancos e dos cintos, enfim, tudo aquilo que um Mercedes oferece.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemVE tem pontos para socorristas desligar o sistema em caso de acidentes

Publicado no Verdesobrerodas



Por Auto+  conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário