Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 8 de dezembro de 2018

Comprar carro elétrico gera economia financeira e reduz emissões


Se você gosta da ideia de economizar combustível e ao mesmo tempo ser responsável pela sustentabilidade do planeta, você pode apostar num carro híbrido ou totalmente elétrico.

Os carros híbridos oferecem dois motores: um motor a combustão (normalmente a gasolina) e um motor elétrico. Em veículos de pequeno porte o motor elétrico auxilia o motor à combustão, possibilitado a diminuição de emissão de gases poluentes e ajudando o bolso do motorista, pois há enorme economia de combustível. 

Também há os chamados “híbridos completos”, onde a movimentação do carro fica a cargo do motor híbrido e o motor à combustão fica responsável pela movimentação de um gerador, que carrega as baterias. O primeiro modelo de carro híbrido produzido e vendido em larga escala foi o Toyota Prius, que começou a ser vendido há 21 anos (em 1997), tornando-se o híbrido mais famoso e vendido do mundo.

Mas a concorrência chegou em outros modelos. A montadora sul-coreana Hyundai vai se juntar à Toyota (que tem seu Prius), à Ford (que tem seu Fusion Hybrid) e outras montadoras, lançando o Ioniq no Brasil. Há 2 anos (em 2016) vimos o Hyundai Ioniq híbrido ser exibido no Salão do Automóvel aqui no Brasil. Mas esse ano a coisa foi diferente. Em 2018 vimos a versão totalmente elétrica em exibição.

Carros totalmente elétricos não possuem motores à combustão, não emitindo nenhum gás poluente e sendo quase totalmente silenciosos. Eles precisam ser frequentemente carregados, já que não são movidos a gasolina. Diferentes do que ocorre com o Toyota Prius, o Hyundai Ioniq tem a opção híbrida e a opção totalmente elétrica em um único modelo. Ainda há a opção Hybrid Plug-in. O modelo já tem promessa para chegar ao Brasil, mas as datas ainda não foram definidas.

Com baterias de lítio de 28 KWh, a versão totalmente elétrica tem uma autonomia de até 280 km, de acordo com a Hyundai. Ou seja, você pode dirigir até 280 quilômetros entre uma carga e outra da bateria.

Para se ter uma ideia, a viagem entre a cidade de São Paulo e a cidade de Santos, no litoral paulista tem entre 60 e 90 km (dependendo do ponto da cidade), sendo possível uma viagem de ida e volta entre as duas cidades com apenas uma carga das baterias do Hyundai Ioniq.

O motor elétrico tem 90 quilowatts (120 cavalos), é capaz de alcançar uma velocidade de 165 km/h. Se o motorista conectar o carro a um carregador do tipo rápido (de 100 kW), a carga já vai estar quase completa (mais de 80%) em 25 minutos.
Detalhes do Carro

Ainda não foi definido nada em relação aos preços, mas especula-se que o carro possa chegar próximo dos R$ 200 mil. Nos Estados Unidos o modelo top de linha chega a custar US$ 37.000 (R$ 142.968). Mas nos Estados Unidos há uma política de crédito do governo federal para encorajar a compra de híbridos e elétricos. Nesse caso, o carro sairia de US$ 37.000 (R$ 142.968) para US$ 29.500 (R$ 114.000).

No Brasil ainda não há incentivos federais para compra de carros híbridos e elétricos, mas há incentivo no Estado de São Paulo, como devolução de 50% do IPVA de carros híbridos e elétricos que não custem mais de R$ 150 mil.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemComprar carro elétrico gera economia financeira e reduz emissões

Publicado no Verdesobrerodas



Por Novo Carro conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário