Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Aumenta presença da mobildade elétrica na América do Sul


Enquanto no Brasil começam a chegar os primeiros carros elétricos das grandes marcas, a vizinha Argentina vê a estreia de uma marca local com seu modelo eletrificado. Instalada na cidade de Córdoba, a Volt Motors anunciou nesta semana o lançamento do modelo e1, veículo 100% elétrico totalmente projetado, desenvolvido e produzido no país. 

Com preço tabelado em 750.000 pesos argentinos (R$ 75.930 numa conversão direta), o pequeno Volt e1 mede 2,8 metros de comprimento, 1,70 metro de largura e 1,50 metro de altura.
Pesa 550 quilos e tem proposta claramente urbana. Sua autonomia é de 150 km por carga de bateria e a velocidade máxima chega aos 110 km/h. 

No interior, o destaque é a grande tela de 16" no console central e o quadro de instrumentos de 10". A lista de equipamentos conta com sistema multimídia, controle de todas as funções do carro pela tela sensível ao toque, GPS, head-up display e câmera de 360º.

Além do e1, a gama também contará com um utilitário batizado de w1 que custará 650.000 pesos argentinos (R$ 65.800 em uma conversão direta) e tem início de entregas confirmado para abril de 2019. Apoiada num investimento de 200 milhões de pesos (R$ 20,2 milhões) na primeira fase, a Volt Motors tem como meta emplacar 3.000 unidades no primeiro ano de vendas. O destaque é o plano de produzir o veículo nas cinco regiões do país com o objetivo de aproximar os mercados consumidores. 

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemAumenta presença da mobildade elétrica na América do Sul

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor1 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário