Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 18 de novembro de 2018

Sin Motors que vender carro elétrico por apenas 10 mil euros


 Como fazer com que o carro elétrico seja mais popular entre o grande público? É preciso baixar o preço, de modo a que certos setores socioeconômicos possam aceder a este produto, só que a maioria das marcas não admite poder baixar muito os preços a curto prazo. Mas enquanto as grandes marcas não o fazem, um construtor vindo de fora promete fazê-lo, admitindo que vai conseguir vender um carro elétrico por apenas 10 mil euros.

A Sin Motors é uma construtora de automóveis exóticos de produção limitada, sedeada na Bulgária, mas com as suas operações localizadas na Alemanha, a menos de 100 km de Munique, e na cidade britânica de Northampton. Entre os entusiastas das corridas amadoras e dos track days, é conhecida pelo seu pequeno desportivo equipado pelo potente motor V8 do Chevrolet Corvette, mas para chegar a um novo público, planeja lançar uma gama de carros elétricos, com base na plataforma L-City. O objetivo é produzir 20 mil automóveis por ano, começando em 2020.

Para tornar possível a ideia de lançar um carro elétrico a 10 mil euros, a Sin Cars criou esta plataforma para ser bastante adaptável, podendo ser usada em vários tipos de modelos para uso citadino. Além de poder ser combinada com uma variedade de carrocerias de diferentes tamanhos, o L-City também elimina muitos componentes mecânicos, passando a usar um volante e pedais drive-by-wire para conduzir, travar e acelerar. O construtor búlgaro promete que este vai ser um carro altamente reciclável.

Os primeiros modelos devem ser quadriciclos, ou automóveis sem carta, com lugar para condutor e passageiro e velocidade máxima limitada a 70 km/h, mas a plataforma poderá ser usada para motores mais potentes, podendo dar origem a veículos de passageiros até quatro metros de comprimento, ou veículos de carga com caixa aberta ou fechada. A bateria também pode ser combinada com motores mais potentes, mas a principal preocupação é que seja capaz de percorrer 600 km com uma única carga bateria.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemSin Motors que vender carro elétrico por apenas 10 mil euros

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário