Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 4 de novembro de 2018

Mercedes-AMG CLS com motor eletrificado chega ao Brasil


Com nova motorização e detalhes inéditos de estilo e tecnologia, o modelo Mercedes-AMG CLS 53 4MATIC+ chega ao Brasil, introduzindo o conceito de coupe com quatro portas. O automóvel conta com o novo motor de seis cilindros em linha da Mercedes-Benz: o motor eletrificado com 3.0 litros, alimentado por um duplo compressor atuado pelos gases de exaustão e um inédito compressor elétrico auxiliar. 

Em situações normais, esse motor disponibiliza 435 cv de potência e um torque máximo de 520 Nm. Ele conta também com o auxílio do motor de arranque/alternador EQ Boost, que pode fornecer, em momentos determinados, 22 cv de potência adicional força adicional com mais 250 Nm de torque. Além disso, o equipamento alimenta o sistema elétrico embarcado de 48 V. Outros destaques tecnológicos do CLS 53 incluem a transmissão SPEEDSHIFT TCT 9G e o sistema de tração integral AMG Performance 4MATIC+.

Terceira geração do automóvel apresenta uma combinação única entre design esportivo, desempenho e eficiência. O modelo introduz a nova linguagem de design da Mercedes-Benz, que em breve estará presente em todos os modelos da marca, caracterizada pelas linhas mais simples e superfícies com menos vincos que reforçam a sofisticação dos veículos.

O CLS 53 4MATIC+ traz uma grade frontal caracterizada pela dupla lâmina horizontal, a saia dianteira com design A-wing (o defletor aerodinâmico tem o aspecto da letra ‘A’), soleiras laterais exclusivas da AMG, a traseira com difusor e o acabamento das ponteiras redondas do escapamento em cromo de alto brilho.


A energia para o sistema elétrico embarcado de 48 volts é gerada pelo motor de arranque/alternador EQ Boost. A rede convencional de 12 volts também á suprida pelo novo sistema por meio de um conversor de tensão. Com isso, a capacidade total das baterias do veículo foi aumentada, disponibilizando mais energia elétrica e, assim, permitindo também que novas funções inovadoras sejam introduzidas.

O sistema elétrico embarcado de 48 volts é o primeiro passo em direção ao futuro híbrido da AMG. Além disso, a mesma energia requer apenas um quarto da corrente de um sistema convencional. O resultado é que a fiação pode ser mais fina e consequentemente mais leve, o que indiretamente contribui para economizar combustível. O sistema de 12 volts existente fornece energia para pontos de consumo como luzes, habitáculo, displays do sistema de informação e entretenimento e as unidades de controle. 
 
O novo motor não tem correia para componentes auxiliares à sua frente. Por isso, o comprimento necessário para sua instalação é significativamente menor, em comparação com motores de seis cilindros convencionais. Isso permitiu espaço para instalar um sistema de pós-tratamento dos gases de escapamento próximo ao motor, que por isso é especialmente eficiente. O filtro de partículas de série é a única peça do sistema de escapamento que fica sob o assoalho.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemMercedes-AMG CLS com motor eletrificado chega ao Brasil

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário