Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Mazda faz aposta na mobilidade elétrica

A ofensiva elétrica da Mazda apenas começou. A aposta do fabricante japonês na mobilidade elétrica é inquestionável.

Recentemente a própria marca confirmou que o regresso do motor rotativo será fundamental para seus planos de eletrificação. Essa icônica mecânica terá um papel crucial para os veículos eletrificados que serão vendidos pela Mazda em um futuro não muito distante.

Com o experimento do Mazda Demio EV (uma versão elétrica do Mazda2), a empresa japonesa coloca agora em seu ponto de mira a China. A Mazda venderá carros elétricos no gigante asiático a partir de 2020, e fará isso junto com a Changan, seu sócio local. Ambos os fabricantes mantêm uma estreita colaboração no mercado chinês e fruto desse acordo surgirá uma nova família de carros elétricos de bateria.

Mazda e Changan determinaram como objetivo criar uma linha de SUVs totalmente elétricos. Uma ambiciosa ofensiva de produto que se engloba na estrutura da empresa japonesa em relação à estratégia de eletrificação. Desses novos carros elétricos que são projetos, a Changan será a encarregada de fabricar os motores, baterias e demais componentes, enquanto que a Mazda será responsável pelo chassi.

Com a introdução desses novos modelos a Mazda espera aumentar de maneira relevante sua participação de mercado na China. Os últimos projetos em que a Mazda embarcou com a Changan já deram seus frutos. Entre os modelos que a marca japonesa comercializa no mercado chinês encontramos o Mazda CX-5, Mazda MX-5 e o Mazda CX-3, entre outros muitos.

O fabricante japonês também previu iniciar a partir do ano 2020 a venda de carros elétricos no Japão e em determinados mercados ocidentais. Além de automóveis totalmente elétricos de bateria, os veículos eletrificados até certo nível (como híbridos plug-in) também terão um papel protagonista na oferta da Mazda em não muito tempo.

2030 é o ano que a Mazda determinou como a data em que 95% de sua linha estará eletrificada com uma mecânica híbrida. Por outro lado, o regresso do motor rotativo, mencionado antes, será um componente fundamental em um veículo eletrificado, já que fará as vezes de extensor de autonomia. Ou seja, recarregará a bateria quando for necessário.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemMazda faz aposta na mobilidade elétrica

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário