Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Chevrolet Monza elétrico “made in China”?


Sim, pelo menos é o que está dizendo a imprensa chinesa. Depois do Ford Escort, que voltou no mesmo segmento em que atuou no passado, inclusive no Brasil com o Escort Sedan, agora é a vez de outro ilustre ícone brasileiro retornar do cemitério dos carros, o Chevrolet Monza.

O modelo da GM será relançado mundialmente no Salão de Guangzhou 2018, que acontece nos próximos dias, sendo uma das três novidades da Chevrolet para o maior mercado da atualidade.
Entre os que estão programados para a mostra, o conceito FNR CarryAll é nada menos que a versão chinesa da nova Blazer, feita por enquanto apenas no México.

O outro será o Malibu atualizado, mas em versão longa, atendendo assim o perfil do consumidor chinês com bom poder aquisitivo. Mas, estes dois modelos já eram esperados pelos chineses, inclusive com teaser do Malibu “XL” e a evidente ida da Blazer para a China, visto que seu estilo agressivo cai como uma luva por lá.

Mas, a surpresa fica para um carro que a GM apenas liberou uma única imagem. O renascido Chevrolet Monza surgirá diante dos chineses com o pacote esportivo RS, comum aos carros da marca nos EUA e China. Pela altura da frente, parece um sedã ou carro de passeio mais baixo que um SUV.

Os chineses ainda não sabem o que realmente é e nem em que segmento atuará. Dá para ver que terá faróis duplos de LED e com LEDs diurnos inspirados no Chevrolet Orlando 2019, que passou de minivan para crossover e acaba de chegar ao mercado local. A grade centralizada é bem proeminente e com o logo RS, bem como grelha em preto.

Observando com mais atenção, ela parece fechada, o que indicaria um carro elétrico, algo bem provável na China. Na lateral, não há farol de neblina, mas detalhes em preto e cinza, além do vermelho vivo da carroceria. E então, o que poderia ser o Chevrolet Monza “made in China”?

Poderia ser um sedã elétrico? Sim, as chances são boas. Um sedã abaixo do Cruze? Difícil, pois já existe o Cavalier. E que tal um sedã esportivo para os clientes jovens? Na China, existe esse tipo de produto e é bem focado.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável


PostagemChevrolet Monza elétrico “made in China”?

Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário