Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Carros elétricos poderão circular mais rápido em autoestradas


A notícia causou alguma polêmica, onde os elétricos poderão circular mais rápido em autoestrada do que os outros carros na Áustria, mas existe uma razão válida.

Os automóveis 100% elétricos poderão circular mais rápido em autoestrada que outros tipos de automóveis (gasolina, gasóleo) a partir de 2019 na Áustria, mas há que contextualizar a medida. A Áustria, como tantos outros países, também luta para reduzir as emissões de CO2 e a poluição atmosférica.

Uma das medidas encontradas foi a de impôr, de forma permanente ou temporária, um limite de 100 km/h nas autoestradas onde se verificam os índices de poluição mais elevados — ou seja, onde as concentrações de NOx (óxidos de azoto), partículas e dióxido de enxofre são elevadas, resultante da combustão de gasolina e gasóleo.

É uma medida já em vigor há vários anos, e afeta todos os automóveis em circulação. Compreende-se a medida… Em autoestrada, onde as velocidades praticadas são elevadas, e o fator resistência aerodinâmica torna-se fulcral, a diferença de 30 km/h entre os dois valores afetam substancialmente os consumos e, claro, as emissões.

A partir de 2019 haverá alterações a esta medida, que afetará à volta de 440 km de vias. O governo austríaco, através da ministra do Turismo e Sustentabilidade, Elisabeth Köstinger, decidiram retirar os veículos 100% elétricos da abrangência dessa medida. Porquê?
Os veículos elétricos não emitem qualquer tipo de gás quando em circulação. Logo, não faz sentido limitar-lhes a velocidade com o objetivo de reduzir as emissões. Será um caso de discriminação positiva? A própria ministra espera que com esta medida sirva de incentivo à aquisição de mais carros elétricos: Queremos convencer as pessoas que compensa de muitas formas a mudança para um veículo elétrico.

A Áustria comprometeu-se em reduzir as suas emissões ao abrigo do Acordo de Paris. Até 2030 o objetivo é de reduzir as emissões de CO2 em 36% relativamente a 2005. A eletrificação do parque automóvel é um passo essencial nesse sentido, onde 80% da energia produzida provém de hidroelétricas.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemCarros elétricos poderão circular mais rápido em autoestradas

Publicado no Verdesobrerodas



Por Razão Automóvel conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário