Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 28 de outubro de 2018

Volkswagen mostrará visão da mobilidade elétrica no Salão de Nova Iorque


De 2016 a 2025 o plano de produto da Volkswagen engloba um total de dez veículos com assinatura SUV. A ofensiva começou precisamente em 2016 com o lançamento do novo Tiguan (também em variante Allspace com sete lugares), a que se seguiu em 2017 o T-ROC e já este ano o novo Touareg, acabado de chegar aos concessionários.

Essa dedicação da marca aos modelos de estilo SUV percebe-se melhor quando se atenta no fato de que um em cada cinco modelos vendidos da Volkswagen a nível global é um SUV.
Apesar de haver um reforço na globalização, a marca de Wolfsburgo não esquece, também, que diferentes mercados têm diferentes padrões de compra.

O que quer dizer que há abordagens distintas para países como os Estados Unidos da América, onde, por uma vez, a marca ‘negligenciou’ a sua tradição de modelos SUV começados pela letra ‘T’: o Atlas foi um modelo pensado e desenvolvido especificamente para o mercado local, o que já não sucedeu na China, onde foi renomeado Teramont, sempre com sete lugares.

Mas, a ambição não fica por aqui e, dando continuidade à boa receptividade dos concepts apresentados no Salão de Nova Iorque - de 19 à 28/04/2019 -, a marca deverá confirmar em breve a passagem à produção de duas derivações do Atlas, o Cross Sport (cinco portas) e o Tanoak, uma pick-up. Para a China, mercado que é hoje fundamental, a marca irá contar com dois futuros SUV: o Powerful Family SUV (“concebido para famílias”, na gíria da Volkswagen) e o Advanced Midsized SUV (equivalente do estudo Atlas Cross Sport).

A visão elétrica da marca também estará presente no segmento com a concretização do modelo I.D. Crozz para o ano de 2020, sendo este o primeiro SUV elétrico da companhia germânica. Também garantida está a chegada de uma versão descapotável do T-ROC, procurando aliciar novos clientes num nicho que, apesar da aceitação dos SUV, parece não ter ainda caído no goto dos europeus.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemVolkswagen mostrará visão da mobilidade elétrica no Salão de Nova Iorque

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário