Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Tesla X 90D salva vida e contribui para a revolução elétrica

Thoralf Lian poderia ter morrido no ano passado. Ele estava dirigindo em Saltdal, ao norte do Círculo Polar Ártico, na Noruega. A visibilidade era quase zero e a temperatura abaixo de zero. Lian chocou-se contra a traseira de um caminhão. O motorista do caminhão, sentindo o choque, preocupou-se com a segurança de Lian. Por sorte, ele saiu ileso.

"Foi quando percebi que comprei talvez o carro mais seguro do mundo", disse Lian, 52, proprietário de uma empresa de lavanderia. "Em qualquer outro carro eu provavelmente estaria morto", concluiu.
O carro de Lian, é claro, é um Tesla Model X 90D, um veículo cinco estrelas em segurança, de acordo com a Administração Nacional de Segurança no Trânsito nas Estradas Americanas.

A reputação de segurança do Tesla ajudou a torná-lo um acessório onipresente na Noruega, que abriga mais de 140.000 veículos elétricos. Os veículos são uma visão comum em Mo i Rana, a cidade natal de Lian, com cerca de 20.000 pessoas, situada a 120 km de Saltdal. A paisagem não lembra exatamente o estereotipado motorista de carro elétrico da Califórnia, já que os compradores da Noruega precisam guiar com destreza nos invernos perigosos do Ártico.
O CEO Elon Musk atribui diretamente sua alta segurança ao fato de ser um carro elétrico: como as baterias são fixadas sob o carro, a frente tem uma zona de deformação maior e a massa do veículo é concentrada no centro do carro, o que é melhor. Veio lembrar que a Tesla é a única montadora de carros elétrico de grande volume do mundo. Os carros da Tesla foram projetados para serem elétricos e não adaptados. Daí, uma das razões de ser seguro e super confortável para o motorista e os passageiros.

Ninguém parece ter levado tanto a sério as vantagens dos veículos elétricos quanto os noruegueses, que continuam sendo o coração da revolução elétrica. A emissora estatal NRK revelou que mais de 30.000 pessoas fizeram depósitos no valor de mais de 400 milhões de coroas (US $ 49 milhões) para reservar seu próprio carro elétrico. 

O número de carros elétricos nas estradas da Noruega aumentou 42,5% nos últimos dois anos, o suficiente para que agora representem 5,1% de toda a frota de carros de passageiros. Embora tenha uma pequena população de pouco mais de cinco milhões, a Noruega foi reconhecida em 2016 como tendo o maior percentual de propriedade de carros elétricos no mundo.
 
Lian tem sorte de estar vivo. Isso não significa que ele ama tudo sobre o Tesla. Ele diz ser complicado abrir as portas de asa de falcão de balanço no novo Modelo X que ele recebeu em Janeiro de 2018, especialmente quando está chovendo e a água congela. "Eles são construídos na Califórnia!", Ele ri. "Não é construído para o ambiente do Ártico."
A Tesla experimentou uma ascensão meteórica em todo o mundo, mas é particularmente notável na Noruega. A empresa iniciou as suas vendas por lá em 2013. Em 2017, a Tesla já vendeu mais de 8.000 carros na Noruega em 2017, mais do que o dobro da Alemanha, segunda colocada. 
No primeiro semestre de 2018, foi entregue mais de 3.000 veículos, o dobro do mesmo período do ano passado. Na verdade, as vendas foram tão altas que Musk interveio para desacelerar as entregas em março, por temer uma avassaladora infraestrutura logística local. Os noruegueses, de acordo com o relatório da NRK, colocaram mais de 100 milhões de coroas (US $ 12,1 milhões) em depósitos para recebe o modelo 3.

Para ver os vídeo clique AQUI.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemTesla X 90D salva vida e contribui para a revolução elétrica
Publicado no Verdesobrerodas
Por Inverse conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário