Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Plataforma TNGA da Toyota permitirá produção MR2 elétrico


Não é a primeira vez que se especula com a possibilidade do regresso do Toyota MR2. O pitoresco e icônico conversível japonês de dois lugares deixou o mercado há alguns bons anos. No entanto, na nova etapa em que se encontra imersa a Toyota, há espaço para o desenvolvimento de modelos mais passionais com um nicho de mercado mais elitista. Um claro exemplo temos com o desenvolvimento do novo Toyota Supra.

Já em 2017 algumas declarações do próprio Tetsuya Tada, engenheiro responsável pelo Supra, deixaram entrever que o fabricante japonês havia colocado mãos à obra para devolver à vida seu roadster. Desde aquelas declarações e informações, pouco mais se comentou sobre a ideia de que um novo Toyota MR2 surja nos concessionários da Toyota, pelos menos até agora. Outro alto cargo da empresa falou sobre esta possibilidade.

Matt Harrison, VP de Vendas e Marketing da Toyota Europa, declarou durante o recente Salão de Paris 2018, que o projeto está sendo estudado e atualmente se discute a ideia de lançar um novo MR2. E mais, Harrison assinalou que “um novo Toyota MR2 é uma possível adição ao plano de produto da Toyota”. Harrison fez referência aos ‘três irmãos’ formados pelos Supra, Celica e MR2.

Depois do lançamento do novo Supra, chegará a vez da renovação do GT86, embora esse coupe seja desenvolvido junto com a Subaru. Em relação ao Celica, se especulou também com seu possível regresso, ainda mais quando não faz muito tempo que a própria Toyota registrou sua denominação. Uma declaração de intenções. Além desses lançamentos, o fabricante assegurou em mais de uma ocasião que há espaço na linha para um esportivo de dois lugares menor.

Em relação às opções que se consideram para fazer com que o Toyota MR2 regresse à vida, existem várias alternativas atualmente contempladas pela Toyota. Uma delas é a de compartilhar a plataforma com outro fabricante que também esteja interessado em acrescentar à sua linha um esportivo pequeno com essas características. Isso permitirá reduzir notavelmente os gastos de desenvolvimento e produção. A Toyota já fez isso com a BMW, uma vez que o Supra e o BMW Z4 compartilham o desenvolvimento.

A opção de um veículo 100% elétrico é uma das mais interessantes, já que atualmente faria muito sentido. A mobilidade elétrica continua ganhando adeptos a um ritmo acelerado e o uso da plataforma TNGA da Toyota permitirá o desenvolvimento de um Toyota MR2 elétrico sem muitas dificuldades. Por enquanto é um projeto que está sendo debatido e pode, ou não, chegar a um bom porto. Se receber a luz verde chegará ao mercado em meados da próxima década.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPlataforma TNGA da Toyota permitirá produção MR2 elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário