Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 13 de outubro de 2018

Espanha lançará programa de incentivos para veículos elétricos


Espanha vai lançar um grande programa de incentivos para a compra de automóveis elétricos em 2019 e 2020. Esta medida será financiada com o aumento dos impostos sobre o dielse, que serão equiparados aos impostos sobre a gasolina.

Este programa foi uma das medidas acordadas entre o Partido Socialista espanhol e a coligação Unidos Podemos esta quinta-feira, ao abrigo do Orçamento do Estado de Espanha de 2019.

O acordo refere que “pelo menos 30%” da receita adicional obtida com o aumento do imposto sobre o dielse servirá para financiar este plano, refere o jornal El Confidencial. O programa de incentivo para a compra de carros elétricos será ininterrupto em 2019 e 2020 para que não haja picos de procura e não se esgotem as verbas para a aquisição destes automóveis. 

A subida do imposto sobre o dielse ficará bastante acima do definido em setembro pelo Governo de Pedro Sánchez, que apontava para uma subida de três cêntimos por litro. As mexidas nos impostos de combustíveis também poderão chegar a Portugal. 

Nos próximos dias, em semana de entrega do Orçamento do Estado, serão divulgadas as conclusões do grupo de trabalho criado em março de 2018 para estudar o fim dos “incentivos prejudiciais” ao ambiente, com o objetivo de atingir a neutralidade carbônica até 2050. Em outubro de 2017, o primeiro-ministro apontou 2018 como o ano do início da revisão da fiscalidade sobre os combustíveis “de forma a serem devidamente internalizados os impactos ambientais associados à sua utilização” e também da revitalização da taxa de carbono, ao “estabelecer preços mínimos a adotar nos próximos anos”. 

No final de setembro, as associações ACAP e APETRO, que representam o comércio automóvel e as petrolíferas, respetivamente, apresentaram uma proposta conjunta para que regresse o incentivo ao abate de carros antigos e troca por automóveis novos, mais modernos e amigos do ambiente.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemEspanha lançará programa de incentivos para veículos elétricos

Publicado no Verdesobrerodas



Por Dinheiro Vivo conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário