Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Cresce mercado de conversão de combustão para elétrico


Estamos numa altura em que os carros movidos a energia elétrica estão a dar os primeiros passos comerciais, mas ainda com chancela das grandes marcas. isto mudará quando o grande negócio passar a ser a conversão de combustão para elétrico.

O mercado não está distraído e começam a aparecer empresas que se estão a especializar na transformação dos carros convencionais para elétricos. Um exemplo é este Honda S2000 elétrico, com o motor de um Tesla Model S P100D e duas baterias do Volt.

Um canadiano teve a ideia de transformar o seu Honda S2000 num veículo que, além de silencioso, pudesse respeitar o meio ambiente e ser muito… mesmo muito rápido. Para isso, Sylvain Bélanger, tem andado a trabalhar numa ideia muito interessante.

Primeiro, Bélanger removeu o potente motor a gasolina, de 178 kW (243 cv) e instalou o motor de um Tesla Model S P100D. O resultado é quase o triplo da potência, 483 kW (659 hp), que permite literalmente colar o condutor ao banco nas acelerações por uns bons segundos.

Depois, a bateria foi pensada para se ajustar, mas tentando não perder performance. Para isso usou dois módulos do Chevrolet Volt totalizando 32 kWh. Uma escolha bastante comum neste tipo de conversões. Isto explica-se pelo ótimo desempenho e baixo custo na aquisição.

O resultado é um Honda S2000 elétrico capaz de fazer cerca que 400 metros em apenas 10,2 segundos e ir do zero aos cem em 2,4 segundos. Um pouco mais rápido que o próprio Modelo S P100D, quando testados lado a lado. Na verdade, este Honda só tem um dos dois motores Tesla, mas, em contrapartida reduz o seu peso, ficando nos 1375 Kg que é muito menor que o Tesla que pesa 2108 Kg.

A verdade é que o exemplo mostra como no futuro as pessoas irão poder transformar o seu veículo a combustão num carro elétrico por muito menos dinheiro que gastariam ao adquirir um elétrico novo.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemCresce mercado de conversão de combustão para elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por Pplware conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário