Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Arc revelará moto elétrica no Salão de Milão


Tal como sucede no setor automóvel, também no das motos vão surgindo algumas marcas revolucionárias que apostam na eletricidade como combustível. 

A mais recente é a Arc, que vai apresentar a sua nova moto elétrica, a Vector, no Salão de Milão, um certame que tem início na primeira semana de novembro.

A Vector assume-se como uma moto de estilo ‘café racer’, pensada para um espírito aventureiro, prometendo ao mesmo tempo uma nova ligação entre a estrada e o ambiente, apelidada pela Arc como a “moto mais avançada alguma vez lançada no mercado, utilizando materiais exóticos, componentes de primeira linha e uma arquitetura de ponta, envolta numa carroceria futurista de cortar a respiração com evocações pós-modernas para as café racers do passado”.

A moto, que recorre a materiais como fibra de carbono, pode ser combinada com o capacete Zenith da Arc e com a roupa Origin também da companhia para assim oferecer a melhor experiência em termos de utilização das motos, com um novo nível da Interface Homem Máquina (HMI), com o casaco do motociclista a estar dotado de sensores hápticos e de visor Head-up Display no capacete. Por exemplo, o ombro do motociclista pode vibrar num lado para alertar de potenciais perigos daquele mesmo lado.

Mark Truman, CEO e fundador da companhia baseada em Coventry, no Reino Unido, refere que o objetivo “foi criar uma moto elétrica com alma”, além de mudar também a forma como os motociclistas interagem com a sua montada, não esquecendo o lado desportivo e apelativo de uma qualquer moto com motor de combustão interna.

“A experiência sensorial que esta máquina oferece, com os seus amplificadores hápticos e o capacete com head-up (HUD), nunca foi feita antes. As pessoas perguntam-me se isso não pode ser um foco de distração, mas na verdade foi desenhado para ser o completo oposto. A tecnologia liberta-te e aos teus sentidos porque as distrações foram removidas”, 
acrescentou Truman, um crente absoluto nas potencialidades da tecnologia.

O preço desta máquina, bem como as especificações técnicas mais detalhadas serão apenas reveladas em Milão. Prometida está também uma nova modalidade de propriedade da moto.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemArc revelará moto elétrica no Salão de Milão

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário