Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 8 de setembro de 2018

Primeiro ônibus elétrico de Bauru está pronto para as ruas


Conforme já anunciado pelo Diário do Transporte em duas ocasiões, a BYD forneceu à cidade de Bauru, região central do estado de São Paulo, dois ônibus 100% elétricos BYD D9W com carroceria Marcopolo. 

Relembre: Os veículos foram adquiridos pelas empresas concessionárias locais “Cidade Sem Limites” e “Grande Bauru”, pertencentes ao Grupo Constantino.

O primeiro ônibus elétrico chegou no dia 31 de agosto à cidade, e deve começar a circular no dia 10 de setembro, fazendo a linha “Nobuji Nagasawa-Centro”, diariamente, das 6h às 19h. O segundo veículo deverá ser entregue pela BYD dentro de 15 dias, devendo iniciar suas atividades entre o fim de setembro e início de outubro. O itinerário que o veículo irá fazer ainda não foi definido.

Wilson Pereira, Vice-Presidente Sênior de Vendas da BYD, declara que “é inegável que o futuro do transporte público inclua ônibus elétricos. Orgulhosa de ser líder global em vendas de ônibus 100% elétricos por quatro anos consecutivos, tendo entregue cerca de 35 mil unidades em mais de 160 cidades mundialmente, a BYD fez e continuará a fazer grandes investimentos em sua operação local, compartilhando com os brasileiros sua missão de promover inovações tecnológicas para uma vida melhor”.

Já o prefeito de Bauru, Clodoaldo Gazzetta, acredita que “a entrada em operação dos dois veículos é um modelo embrionário de transporte público sustentável que, certamente, será o modelo adotado pelas principais cidades do mundo nos próximos 30 anos”.

O BYD D9W tem capacidade para transportar 32 pessoas sentadas e 38 em pé, incluindo espaço para cadeirante. 

Movidos a bateria de ferro-lítio, os ônibus têm autonomia de 250 quilômetros. O Chassis BYD D9W é utilizado para aplicação em carrocerias com até 13,2 metros de comprimento. Os dois motores BYD-2912TZ-XY-A, de 150 KW, juntos equivalem a 402 cavalos e estão integrados nas rodas do eixo traseiro, contando com um módulo de controle eletrônico de tração.Também é possível elevar a altura da carroceria para transpor alguns obstáculos das vias públicas.


Os ônibus elétricos representam um grande instrumento para a redução de poluentes locais e de gases causadores do efeito estufa. Na média, cada ônibus elétrico em operação urbana reduz cerca de 1,8 toneladas de CO2 equivalentes, o que representa o plantio de mais de 11 árvores ao ano, além de evitar a emissão local de 118,814 kg de NOx e 1,152 kg de material particulado, os dois maiores vilões para a saúde pública. Esses valores se referem a comparação aos ônibus diesel novos, Euro 5, com rodagem média de 6.000kms/mês.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPrimeiro ônibus elétrico de Bauru está pronto para as ruas

Publicado no Verdesobrerodas



Por Adamo Bazani conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário