Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Mercedes revela a sua visão de veículos do futuro


Como serão as grandes cidades do futuro? A resposta, por mais vaga que possa parecer, está a ser imaginada por cada marca automóvel consoante os seus critérios, com a Mercedes-Benz a mostrar a sua visão URBANETIC, um conceito revolucionário que vai além da simples ideia de veículos conectados e autônomos.

Exposto no Salão de Veículos Comerciais de Hannover, o Vision URBANETIC visa eliminar a separação entre o transporte de passageiros e o transporte de bens, permitindo movimentação de ambos de forma ‘on-demand’ e aplicada numa visão de adequação às necessidades das cidades.

Neste conceito revolucionário e holístico, o ponto central é um chassis elétrico e autônomo, com capacidade modular de receber dois tipos de carroçaria para o transporte de pessoas ou de bens, consoante a ocasião. No modo de transporte de passageiros, sendo partilhado, o Vision URBANETIC pode acomodar até 12 pessoas, enquanto o módulo de carga alberga até 10 euros paletes. Um espaço de carga de até 3,70 metros (10 m3) integra-se numa carroçaria de 5,14 metros de comprimento.

Os módulos podem ser mudados manual ou automaticamente, com este último a demorar apenas alguns minutos. A carroçaria é acoplada numa plataforma autônoma, o que pode significar que, no limite, a estrutura de base pode circular sem qualquer módulo e de forma isolada rumo a um destino para lhe ser montada uma carroçaria. Uma vez mais, sempre atendendo à procura de funções. A marca garante que a segurança está assegurada por uma série de componentes redundantes para funções vitais como a aceleração, travagem ou direção.

Além disso, para ser tecnologicamente avançado e integrado em todo o ambiente que o rodeia, o Vision URBANETIC tira partido de uma infraestrutura digital que analisa em tempo real a oferta e a procura numa área definida. O resultado é uma frota autônoma, com rotas planeadas de forma flexível e eficiente com base nas atuais necessidades de transportes.

A ‘inteligência’ deste sistema pode até aprender com as necessidades de cada momento, antecipando ou reagindo de forma adequada a necessidades futuras, o que terá o condão de otimizar processos e ajudar a encurtar os tempos de espera e de transportes reduzindo os engarrafamentos.

Por exemplo, o sistema pode utilizar os dados captados pelo centro de controlo – que compila e analisa a procura – para identificar um maior ajuntamento de pessoas num local e assim enviar para lá mais veículos para satisfazer essa procura crescente.

Pelo fato de ser autônomo, o URBANETIC surge com uma configuração interior totalmente distinta do que existe hoje: aproveitamento máximo do espaço para passageiros ou carga. Além disso, não necessita de períodos longos de paragem para descanso do condutor, o que lhe permitirá funcionar virtualmente as 24 horas do dia ao longo de todo o ano. Para os operadores de transportes públicos, isso poderá resultar em lucros e utilização que não é possível com motoristas humanos.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemMercedes revela a sua visão de veículos do futuro

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário